quarta-feira, agosto 02, 2017

Volkswagen Virtus vaza em grupos de Whatsapp dentro da fábrica de Anchieta sem camuflagem


Acabou o mistério. O sedã do Polo, o Virtus, acabou vazando em grupos de Whatsapp no Brasil, possivelmente na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), onde deve ser produzido. Enquanto o Polo começa a ser produzido em setembro, o Virtus entrará nas linhas de produção possivelmente em dezembro ou janeiro, com lançamento no primeiro trimestre de 2018. Como já era esperado, o Virtus traz um design com certa personalidade, apesar de ser um sedã do Polo. Na dianteira ele conta com entrada de ar inferior diferente do hatch, enquanto na lateral ele deve ficar até cinco centímetros maior que o hatch (que conta com 2,56 metros), ampliando o espaço interno. Isso ajudou no caimento suave da traseira, ponto chave de grande mistério até então. Ela conta com um spoiler na tampa do porta-malas, enquanto as lanternas invadem a tampa do porta-malas e lembram as que são usadas pela Audi. O flagrante mostra dois pontos distintos do Virtus. A primeira será a versão de entrada (a unidade vermelha) e da outra (unidade preta) será a topo de linha. O Virtus faz parte de um projeto de produzir quatro modelos com plataforma MQB-A0, que devem se unir a Polo, T-Cross e a uma picape entre Saveiro e Amarok. Todos os modelos com essa plataforma devem ter direção elétrica com assistência variável. Ela utiliza alguns sistemas mais avançados, como controle de tração integrado aos freios ABS (assim como no up! renovado) e limpeza automática dos freios quando o limpador do para-brisa está ligado (as pastilhas encostam no disco). Quando equipado com motor TSI, o Polo/Virtus receberá controle eletrônico de estabilidade (ESC) de série, assim como freio a disco nas 4 rodas. O ESC será opcional para os carros com motor aspirado, que mantêm os freios a tambor na traseira. O sensor de pressão dos pneus também será oferecido à parte. Como opcional, o sedã deve oferecer controle da pressão dos pneus e o cluster digital configurável, que poderá alternar entre diversas opções de mostrador, como o visor do GPS, por exemplo. A tela TFT de 10" vira junto com uma central multimídia de última geração, com tela de 8" sensível ao toque, trabalhando integrada ao quadro de instrumentos. Entre as opções de rodas, o sedã premium deve ser equipado com aro de 15, 16 e 17 polegadas. Na mecânica do Virtus, mas ele deve usar o motor 1.0 12v TSI Flex de 128/116cv de potência e 20,4kgfm nas versões topo de linha, enquanto o 1.6 16v MSI Flex de 120/110cv de potência e 16,8/15,8kgfm, acoplado sempre ao câmbio manual de 6 marchas ou automático Tiptronic de 6 velocidades. Preços devem começar na casa dos R$60.000.





Fotos: WhatsApp

Um comentário: