segunda-feira, agosto 07, 2017

Chevrolet confirma fim de linha do Captiva, depois de nove anos de mercado e mais de 60.000 unidades


O Captiva é um modelo de quase dez anos no Brasil. Infelizmente ele não chegar a uma década de mercado porque a Chevrolet confirmou o fim de linha do utilitário esportivo. O fim de linha do modelo foi confirmado pela Chevrolet no final de julho. Na verdade o Captiva não era mais importado desde 2016 e sobrevivia apenas com o estoque. O modelo ainda abre caminho para o Equinox, mais moderno e que será lançado em outubro. Com nove anos no mercado, o Captiva foi um dos mais marcantes automóveis nesse segmento. Produzido no México, na época ele chegou para concorrer com Honda CR-V, Hyundai Tucson e Kia Sportage, na época os líderes do segmento. Com o SUV a Chevrolet tinha um modelo moderno frente aos desafados Tracker e Blazer da época. Lançado apenas na versão 3.0 V6 em 2008, em 2009 foi a vez da Sport fazer sua estreia e nos meses seguintes se tornou líder do segmento. Nos últimos anos o V6 não era mais comercializado e o 2.4 ficou sozinho no portfólio. Nos últimos meses o Captiva era quase um zumbi em uma concessionária da marca. Tanto que nesses seis meses de 2017 foram apenas 83 unidades emplacadas. Porém em toda a sua trajetória de mercado foram mais de 61.400 unidades, o que lhe garante uma presença nas ruas por um bom tempo ainda. Em outubro chega o Equinox, mas sem o mesmo impacto que o Captiva causou em 2008.


Nenhum comentário:

Postar um comentário