Renault nega, mas tem mais de 5.000 na fila de espera pelo Kwid, que estreia oficialmente em agosto


Parece que a Renault já colhe os primeiros frutos comerciais do Kwid. O hatch que será lançado nos dias 2 e 3 de agosto no Brasil e já conta com mais de 5.000 interessados. Com a pré-venda esgotada em 2.000 unidades, outras 3.000 pessoas estão na fila de espera pelo hatch, mostrando que o hatch tem chances de se tornar um sucesso. Com sinal de R$1.000 dos interessados no hatch, o modelo acumula mais que o dobro do previsto para a sua pré-venda. Segundo o site UOL Carros, a Renault já tinha fechado 5.000 unidades reservadas  no último dia 27 e se chegasse nesse ritmo chegaria a 7.500 unidades até o fim do regime de pré-venda. Segundo o site em contato com algumas concessionárias de São Paulo, são fechadas cerca de 10 unidades por dia e mais de 200 em apenas uma concessionária. A Renault não informa maiores detalhes sobre a pré-venda do hatch. Além de ser novidade, o que chama atenção no Kwid é seu preço inicial de R$29.990 e que chega a R$39.990 na versão completa, vendido apenas na cor sólida Branco Neige. As demais precisa pagar R$1.400 a mais no preço final. Mesmo assim, o Kwid pode chegar a R$41.390. Para a pré-venda, o interessado deve pagar um sinal de R$1.000 que pode ser pago em três vezes no cartão de crédito ou na própria concessionária. A entrega do hatch será feita em dois momentos. As primeiras 400 unidades devem ser entregues em agosto e da 401 a 2.000, serã entregues em setembro, durante trinta dias. O Kwid terá três versões de acabamento: Life, Zen e Intense, nas opções de cores: Orange Ocre, Vermelho Fogo, Branco Marfim, Branco Neige, Prata Étoile e Preto Nacré. A Renault ressalta que o Kwid se destaca pela posição de dirigir e pela altura em relação ao solo, de 18cm. Além disso, os ângulos de entrada de 24º e de saída, de 40º. O hatch possui 3,68 metros de comprimento, 2,42 metros de entre-eixos, 1,58 metro de largura e 1,48 metro de altura, com espaço no porta-malas de 300 litros, construído sobre a plataforma CMF-A, o peso do hatch deve ficar entre 850kg a 950kg. O motor será o 1.0 12v Flex que desenvolve 70/66cv de potência e torque de 9,8/9,4kgfm, bem como se tinha antecipado que o motor do Kwid seria mais fraco que os de Sandero e Logan.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen deve trazer Jetta GLi ao Brasil, com motor 2.0 TSI melhorado para 220cv

Versão de maior sucesso do sedã francês da Citroën, C4 Lounge Live esgota em dois meses

Picape do Fiat Mobi inicia bateria de testes e deve ser lançada em meados de 2019

BMW lança o X2 no Brasil, opção descolada ao X1, em duas versões com preço inicial de R$211.950

Ford confirma retorno da Ranger XL, destinada especialmente para frotistas e produtores rurais

Volkswagen lança nova geração do Tiguan no Brasil com carroceria AllSpace por R$124.990

Reestilizado, Chevrolet Cruze já roda em testes no Brasil e deve ser lançado em 2019

Face-lift de Renault Sandero e Logan é adiado para o primeiro semestre de 2019

Hyundai Santa Cruz será do tamanho da Fiat Toro e é confirmada para 2020 nos EUA

Revista confirma face-lift de Volkswagen Gol e Voyage ainda no 1º semestre e Saveiro muda no 2º