quinta-feira, julho 13, 2017

Audi apresenta a quarta geração do A8 em Barcelona, que foca em condução autônoma e tecnologia


A Audi enfim apresentou a quarta geração do A8. O sedã, que tem sido apresentado por teaser há alguns meses, foi enfim revelado em Barcelona, na Espanha. Se tornando maior, mais leve e infinitamente mais tecnológico, o modelo representa um salto em relação ao modelo anterior. Para os executivos de Ingolstadt, o novo A8 representa o "futuro da classe de automóveis de luxo". De quebra, marca a estreia uma nova linguagem visual dentro da empresa, embora seja algo que encaramos mais como uma evolução do que como uma filosofia, de fato, inédita. A marca ainda confirmou que a nova geração deve começar a ser vendida ainda neste ano na Europa, China e Estados Unidos. Com 5,17 metros de comprimento (ganho de 3,7cm), entre-eixos de 3,00 metros (6cm a mais), 1,47 metro de altura (1,3cm a mais) e 1,95 metro de largura (4cm a mais). No A8 L são 13 centímetros a mais no comprimento e no entre-eixos e um ganho de 2 centímetros na altura, que ficam com 5,30 metros, 3,13 metros e 1,49 metro respectivamente. No design, destaque para as linhas sóbrias antecipadas pelo conceito Prolongue Concept. O novo A8 conta com faróis HD Matrix LED, que são ativados automaticamente sempre que o carro supera os 70km/h e tem capacidade de dobrar o alcance dos feixes de luz na comparação com a tecnologia usada anteriormente. Cada farol conta com 138 LEDs e um diodo de laser de alta performane e são vendidos como opcional em todo A8. Todo o sistema de iluminação, que inclui as lanternas traseiras de OLED, com 135 LEDs em cada peça, é responsável pelo preço, em média, de 10 mil euros, dependendo da configuração. No interior o destaque é o Virtual Cockpit que traz todas as informações do veículo em alta resolução. A central multimídia MMI conta com uma tela de 10,5 polegadas e dispensa totalmente o uso de botões físicos. Os comandos podem ser acionados através do touch screen ou por mensagem de voz correspondente. O sedã de luxo traz até massageador para os pés no banco traseiro. Chamado de "Relaxation Seat" (assento de relaxamento), a tecnologia é apenas mais uma que deve ser apresentada.


O A8 terá também rodas traseiras esterçantes, que contribuem tanto para um diâmetro de giro menor que o do A4 (quando esterçam na direção oposta às dianteiras) quanto para estabilidade desse eixo (ao esterçarem na mesma direção das dianteiras). Com monitoramento de 360º, o A8 também deve salvar os passageiros. Em caso de colisão lateral a mais de 25km/h, o sedã eleva a suspensão em até 80mm em meio segundo para aumentar a proteção contra capotamento. Com essa medida, a carga do impacto aos ocupantes cai pela metade, afirma o fabricante. O novo A8 deve trazer assistente de estacionamento autônomo do novo carro. Com este recurso, o condutor poderá estacionar o carro sem estar necessariamente dentro dele, por meio de comandos pela chave. Há ainda o sistema automático autônomo, que funciona com um scanner a laser que trabalha junto de radares e outros sensores, que dispensa o condutor em velocidades de até 60km/h, bem como estacionar. O modelo por ser estacionado do lado de fora, monitorando tudo pelo smartphone. Há também o sistema híbrido leve de 48V, como havíamos antecipado. O dispositivo funciona a velocidades de 55 km/h a 160 km/h, de modo a garantir maior economia de combustível e consequente redução na emissão de gases. Na mecânica, o A8 oferece o motor 3.0 TFSI de 340cv de potência e o 3.0 TDI de 286cv de potência. Em sequência devem ser apresentados o 4.0 V8 TFSI de 466cv, o 4.0 V8 TDI de 441cv e o 6.0 W12 TFSI (possivelmente 608cv), além de uma versão Hybrid. O câmbio sempre será automático de 8 velocidades com tração integral quattro. No Brasil seu lançamento ocorre em 2018 querendo roubar a liderança do BMW Série 7. Será que consegue?


A8 L


Nenhum comentário:

Postar um comentário