sexta-feira, junho 16, 2017

Volkswagen apresenta a sexta geração do Polo para o Salão de Frankfurt e vem ao Brasil ainda em 2017


A Volkswagen pôs um fim no mistério da sexta geração do Polo. Apresentado na Alemanha, a nova geração do hatch chega com design imponente e tecnologias para voltar à liderança do segmento no velho continente e prepara as malas para voltar à América do Sul, com passaporte carimbado para ser produzido no Brasil no segundo semestre. O novo Polo conta com 4,05 metros de comprimento, 2,56 metros de entre-eixos, 1,75 metro de largura e 1,45 metro de altura, com porta-malas de 351 litros, um ganho de 71 litros em relação a quinta geração. Segundo a Volkswagen, o atual Polo se equivale ao Golf 4 de 1998 em termos de dimensões. Feito sobre a plataforma modular MQB-A0, o Polo conseguiu ficar maior, mas seu design deixa com a sensação dele ser maior do que realmente é. Apresentado como um "mini-Golf", o Polo 2018 se destaca faróis dotado de lentes complexas, projetores de LED, LEDs diurnos envolventes e carroceria com formas equilibradas e lanternas compactas. No interior o Polo surpreende ao trazer um padrão muito superior ao do modelo anterior e pode ser equipado com instrumentação digital e configurável, além de uma tela de 8 polegadas integrada ao desenho do painel. O parte central tem acabamento na cor do carro ou personalizado, com os difusores de ar centrais posicionados mais abaixo. Entre os itens de série, o Polo será oferecido com ar-condicionado dual zone ficam espremidos no console central, que é bem estreito. Ali também ficam duas entradas USB. Entre os bancos, a base da alavanca de câmbio possui comandos satélites para várias funções, entre elas Start&Stop e Park Assist, mas a novidade é o botão de partida. O Polo deve ser vendido nas versões Trendline, Comfortline, Highline, Beats, R-Line e GTI. O hatch será vendido com 14 opções de cor, 12 opções de rodas de 14 a 18 polegadas, 13 padronagens do interior e 11 de assentos.


Nas versões topo de linha será equipado com controle de cruzeiro adaptativo, alerta de ponto cego, chave eletrônica, Android Auto e Car Play, câmera de ré, direção elétrica, seis airbags, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e frenagem automática de emergência, entre outros. A GTI se destaca pelos faróis escurecidas, frisos vermelhos, defletor de ar traseiro em preto brilhante e bem discreto, escape duplo cromado, volante esportivo com fundo chato, suspensão esportiva e grade exclusiva. O interior tem detalhes em vermelho, pinças de freio vermelhas, bancos envolventes com a clássica padronagem dessa linha de esportivos da Volkswagen, pedais de alumínio, alavanca personalizada e soleiras exclusivas. Na mecânica, o Polo será oferecido com motor 1.0 12v que desenvolve 65cv ou 75cv de potência, com câmbio manual de 5 marchas, o 1.0 TSI de 95cv com câmbio manual de 5 marchas ou automático DSG de dupla embreagem de 6 velocidades. O mesmo motor ainda pode ser vendido com 115cv com câmbio manual de 6 marchas. Ainda pode ser equipado com o 1.5 TSI de 150cv e 25,5kgfm com câmbio manual de 6 e automático de 7 marchas. O Polo ainda deve ser vendido com motor 1.0 TGI, a gás natural, que desenvolve 90cv e com câmbio de 5 marchas. O 1.6 TDI será vendido com câmbio manual de 5 marchas com 80cv e automático DSG de 95cv. Na versão GTI, o Polo será vendido com motor 2.0 TSI de 200cv de potência acoplado ao câmbio DSG de 7 velocidades. No Brasil ele começa a ser produzido em setembro e será lançado até dezembro com motores 1.6 MSI e 1.0 TSI.



Nenhum comentário:

Postar um comentário