sábado, junho 24, 2017

Por alta demanda, Renault aumenta de 400 para 2.000 unidades do Kwid em pré-venda até dia 31 de julho


A Renault não esconde o jogo sobre o desempenho e o interesse que o Kwid tem causado. O hatch que estreia em agosto acaba de passar por aumento das unidades de pré-venda. O hatch passou de 400 unidades reservadas para a pré-venda para 2.000 unidades. A pré-venda do hatch começou dia 9 de junho durante o Salão de Buenos Aires e iam até dia 31 de julho. Elas seriam entregues a partir de agosto. Observando a demanda entre o dia 09 e 11, porém, a marca decidiu ampliar o limite da pré-venda de 400 para 2.000 unidades. Segundo o site, este é o limite final para a pré-venda do subcompacto. Além de ser novidade, o que chama atenção no Kwid é seu preço inicial de R$29.990 e que chega a R$39.990 na versão completa, vendido apenas na cor sólida Branco Neige. As demais precisa pagar R$1.400 a mais no preço final. Mesmo assim, o Kwid pode chegar a R$41.390. Para a pré-venda, o interessado deve pagar um sinal de R$1.000 que pode ser pago em três vezes no cartão de crédito ou na própria concessionária. A entrega do hatch será feita em dois momentos. As primeiras 400 unidades devem ser entregues em agosto e da 401 a 2.000, serã entregues em setembro, durante trinta dias. O Kwid terá três versões de acabamento: Life, Zen e Intense, nas opções de cores: Orange Ocre, Vermelho Fogo, Branco Marfim, Branco Neige, Prata Étoile e Preto Nacré. A Renault ressalta que o Kwid se destaca pela posição de dirigir e pela altura em relação ao solo, de 18cm. Além disso, os ângulos de entrada de 24º e de saída, de 40º. O hatch possui 3,68 metros de comprimento, 2,42 metros de entre-eixos, 1,58 metro de largura e 1,48 metro de altura, com espaço no porta-malas de 300 litros, construído sobre a plataforma CMF-A, o peso do hatch deve ficar entre 850kg a 950kg. O motor será o 1.0 12v Flex que desenvolve 70/66cv de potência e torque de 9,8/9,4kgfm, bem como se tinha antecipado que o motor do Kwid seria mais fraco que os de Sandero e Logan, mas a ideia não era a das mais fortes. O consumo, segundo a Renault, é de 15,2km/l com gasolina e 10,5km/l com etanol, em suas médias.


Nenhum comentário:

Postar um comentário