segunda-feira, junho 12, 2017

Novo Honda Accord deve ser vendido apenas com motores turbo e opção de motor híbrido


A décima geração do Honda Accord deve ser lançada ainda em 2017 nos Estados Unidos e confirmou que deve abandonar o conjunto V6 nessa nova geração. O sedã será vendido com duas opções de motor turbo e um conjunto híbrido. A versão de entrada do Accord deve usar o mesmo 1.5 16v i-VTEC Earth Dreams do Civic, que desenvolve 173cv de potência, acoplado ao câmbio manual de 6 marchas ou automático CVT. Já o modelo mais potente deve ser o 2.0 16v i-VTEC da mesma família Earth Dreams acoplado ao câmbio automático de 10 velocidades e o manual de 6 marchas também deve ser oferecido. O novo Accord deve ser o primeiro automóvel de tração dianteira no mundo a ser equipado com esse câmbio. Com os motores sendo produzidos em Ohio (EUA), detalhes sobre o conjunto híbrido ainda são segredo. A Honda diz apenas que o sedã será equipado com uma nova geração do sistema híbrido com dois motores (um elétrico e um a combustão). Diferente das últimas gerações, a nova geração do Accord deve ser bem mais atraente que o modelo atual. A carroceria deve trazer muitas influências do Civic e CR-V, como é possível observar pela dianteira com faróis afilados, grade e capô semelhantes ao do irmão menor, além da traseira no formato fastback. Tudo, claro, numa versão ampliada em todos os sentidos. Além disso, com a chegada dessa décima geração, a Honda deve impor um fim a prática de ter uma versão específica para os EUA e outra para a Europa/Japão. A mudança estratégica tem a ver com o fato que este modelo será um pouco menor que o modelo atual. Ainda assim deve oferecer um ótimo espaço interno para os passageiros. No interior é de se esperar um belo upgrade no que se diz respeito a qualidade dos materiais e acréscimo de itens de tecnologia, assim como aconteceu com o Civic.


Nenhum comentário:

Postar um comentário