terça-feira, junho 06, 2017

Nova geração da Fiat Strada terá nova plataforma, mas deve atrasar e ficar para meados de 2019


A Fiat já desenvolve uma nova geração da Strada para o mercado brasileiro. Depois de quase 20 anos de produção no mercado, a picapinha deve ganhar uma nova geração por inteiro, até mesmo ganhando uma nova plataforma. Essa por sua vez não será a mesma do Argo segundo a revista Auto Esporte. Não deve ser a mesma plataforma pelo motivo de o custo da arquitetura do Argo ser elevado demais e a Fiat discute o uso de uma plataforma mais em conta para a nova Strada, prevista para 2019. O projeto, que continua a ser chamado de X6P, não usará a plataforma 178 da geração original da Strada, ao menos integralmente. A Fiat deve apostar na plataforma híbrida, usando a plataforma 326/327 na dianteira e 178 na traseira. A mistura de duas plataformas não seria novidade: o Fiorino se vale da base 327 na frente e 178 atrás, uma maneira de dar uma capacidade de carga elevada. egundo fonte ouvida por Autoesporte, podem ser aproveitados também alguns elementos da base do Argo, especialmente longarinas e estruturas de deformação. A necessidade de atender parâmetros mais rígidos de crashtests justificaria o investimento. Planejada para ser lançada em meados de 2019, a nova Strada atrasou um pouco em relação à X6P original, que chegaria ao mercado em 2018. Segundo a revista, é certo que a picape deve conviver com o modelo atual por um tempo, mas deve ser oferecida apenas com motor 1.4. Assim, a nova Strada atuaria apenas com o motor 1.3 FireFly e o 1.8 16v EtorQ Flex, com opção de câmbio automático de 6 velocidades nesse último caso e com mais espaço interno. Ainda não se sabe se a Fiat deve fazer com que a nova Strada tenha dimensões próximas à da Renault Oroch como o projeto original da X6P pretendia fazer. Possivelmente essa ideia tenha sido abordada pela proximidade com a irmã Toro.


Fonte: Auto Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário