sexta-feira, maio 19, 2017

Novas gerações de Kia Rio e Picanto estão sob os cuidados da HMB na adaptação ao Brasil


A nova geração de compactos da Kia parece que está sendo considerada com mais atenção. Atrás do desenvolvimento das novas gerações de Picanto, Rio e Rio Sedan no Brasil está sendo tocado pela Hyundai Motor Brasil (HMB). Dona da Kia, a marca sul-coreana deve cuidar dos modelos de forma especial e fazer com que eles sejam bem adaptados às nossas realidades. Na adaptação do motor 1.0 12v Flex e 1.6 16v Flex para Picanto e Rio/Rio Sedan, a HMB está sendo essencial. A nova geração passa a ter 4,06 metros de comprimento (ganho de 15mm no comprimento e 5mm na largura) em relação ao modelo anterior, enquanto o entre-eixos passa a ser de 2,58 metros (1mm a mais). Projetado em parceria com os centros de design da Coréia do Sul, EUA e Alemanha, o Rio está mais ocidental e traz a  evolução da grade frontal tiger nose e conta com para-choques mais agressivos, faróis de LEDs com assinatura em forma de “U” e na traseira, lanternas maiores. O interior ganha fica mais “clean” e moderno, com destaque para a tela multimídia flutuante de alta resolução, comandos circulares e maior percepção de qualidade. Dependendo da versão, pode receber revestimentos em couro, apliques em preto brilhante ou imitando alumínio. No Brasil ele deve ser equipado com o motor 1.6 16v Flex que desenvolve 128/122cv de potência com torque de 16,5/16kgfm, acoplado a um câmbio manual de 6 marchas ou automático de 6 velocidades. Espere por preços entre R$57.000 a R$80.000. Já a terceira geração do hatch compacto Picanto se aproxima do irmão Rio no design externo e interno. A Kia revela detalhes da terceira geração. Nas dimensões ele fica 15mm mais comprido nos entre-eixos, chegando a 2,40 metros. Segundo a Kia, isso foi conseguido por meio da diminuição dos balanços dianteiro e traseiro, o que colocou as rodas mais no extremo da carroceria, que permaneceu com o mesmo comprimento total: 3,60 metros. A nova geração foi desenvolvida no Centro de Design da Kia em Namyang, na Coréia do Sul e em Frankfurt, na Alemanha. A variedade de cores em que o hatch será oferecido continua forte: serão 11 opções. Pelo menos em seus principais mercados. Ambos devem ser lançados no início de 2018 no Brasil, já sem imposto de importação.




Nenhum comentário:

Postar um comentário