terça-feira, março 07, 2017

Nova geração do Volkswagen Gol fica para 2021 e marca planeja volta de Polo e Polo Sedan


A Volkswagen está prestes a apresentar a nova geração do Polo na Europa. E até então sabíamos que o nosso Gol seria idêntico ao modelo europeu. Mas, a revista Motor Show teve acesso a detalhes e confirmou que o modelo que deve ser lançado no Brasil será a nova geração do Polo, também, que deve ficar acima do nosso Fox. O projeto do Gol teria revirado uma reviravolta e segundo fontes ligadas a empresa alemã, o Gol ficaria caro demais ao ser desenvolvido com tecnologia e a plataforma modular MQB-A0. Na reportagem de capa, a revista diz que a matriz alemã exigiu que o Gol usasse esta plataforma, o que acabou tornando o hatch caro demais para ser um... Gol. Já com o projeto encaminhado, no entanto, a filial brasileira decidiu reviver o nome Polo, que deixou boa imagem por aqui apesar de o modelo não ter acompanhado as evoluções do projeto europeu. A nova geração do Polo será lançado no Salão de Frankfurt e dentro de alguns meses será vendido no Brasil, junto a uma carroceria sedã, que deve revirer o Polo Sedan (a VW ainda pode desenvolver um novo nome para o sedã, mas nada certo). Assim, uma nova geração do Gol só seria visto em meados de 2021, quando ele cumprir com o seu papel do modelo atual e usaria a mesma plataforma do up!, porém com entre-eixos maior. Quanto às variantes SUV e picape desta nova família, os projetos seguem sem alterações. O SUV será basicamente a versão de produção do conceito T-Cross Breeze mostrado no Salão de São Paulo no ano passado, enquanto a picape de porte semelhante ao da Fiat Toro deverá ser fabricada na Argentina. A gama completa seria lançada entre 2018 e 2020. Assim, a gama da Volkswagen ficará da seguinte maneira: o up! deve continuar como modelo de entrada, o Gol concorrerá entre os compactos (assim como Voyage e Saveiro) e o Polo (e sua variante sedã) entre os compactos premium. E o Fox? Ao que tudo indica, o Fox deve ganhar um novo face-lift em 2018 e se manterá vivo até 2021, mas sem chances de ganhar um sucessor.


Fonte: Motor Show
Fotos: Cars.co.za

Um comentário:

  1. O Fox só fazia sentido ter quando tinha o Gol G4, pois ele era mais moderno, mais espaçoso e tinha um porta-malas maior...depois que o Gol G5 foi lançado, a único vantagem em relação ao Gol era posição de dirigir mais alta (que por sinal nem é tão diferente assim). Por mim ele já tinha saído desde o penúltimo facelift e teria trago de volta os Polo, que sempre foram os compactos premium da VW.

    ResponderExcluir