segunda-feira, março 27, 2017

BMW deve ter ofensiva de 40 lançamentos em dois anos para retomar liderança entre as premium


A BMW também tem um plano de expansão para os próximos anos. Depois da Audi confirmar 14 lançamentos até o final de 2018, a BMW confirmou que deve trazer 40 lançamentos em dois anos, ou seja, até o final de 2019. A notícia foi revelada pela própria marca e vem sendo tratada como a maior ofensiva comercial da BMW na sua história. Concentrada no crescimento do número de vendas e na ampliação do portfólio, a ação estratégica prevê o lançamento de nada menos que 40 novos carros no prazo máximo de apenas dois anos. O objetivo é superar a Mercedes-Benz e voltar à liderança do mercado global de luxo. Entre os 40 novos automóveis, espera-se pelos inéditos X2, X7, Série 8 e o Z5, além das novas gerações de Série 3 e X3, entre os principais destaques. Um novo membro da família "i", o i5, também deve ser apresentado no final desse prazo. "Será uma transformação diferente de tudo que a nossa empresa já viu", disse Harald Krueger, CEO da marca. Nada menos que 10 bilhões de euros estão sendo investidos no projeto. Os lançamentos ainda focam nas marcas MINI e Rolls-Royce, mas o grande foco deve ser na marca bávara. "Uma estratégia bem sucedida de eletrificação deve ser capaz de lidar com uma série de resultados, incluindo cenários otimistas ou mais cautelosos. Se conseguirmos isso, iremos alias mobilidade sustentável com rentabilidade sustentável", disse Nicolas Peter, diretor financeiro da BMW.


Nenhum comentário:

Postar um comentário