sexta-feira, fevereiro 03, 2017

Oitava geração do Volkswagen Golf GTI deve desenvolver 264cv com sistema híbrido de 48V


A Volkswagen deve fazer com que a nova geração do Golf GTI seja um modelo híbrido. E, segundo a revista Autocar, o modelo híbrido leve deve trazer um circuito elétrico de 48V para a oitava geração. Ele deve fazer o uso do motor 2.0 TSI e que, junto com o motor elétrico, deve desenvolver 265cv de potência, auxiliando a poupar combustível e reduzindo o número de emissões. Além disso, acredita-se que o sistema elétrico de 48V vá alimentar também um turbina elétrica para baixas rotações, enquanto a outra, movida pelos gases de escape, atuará em giros mais altos. Apesar da tecnologia, o próximo Golf GTI manterá a tração apenas dianteira, mas com câmbio DSG de sete marchas. A nova geração do GTI é esperada para meados de 2020 e deve ter ajuda de um motor elétrico, ou seja, o GTI deve se tornar um híbrido. Ele deve manter o motor 2.0 TSI com injeção direta de combustível conhecido atualmente, com auxílio de um motor elétrico. Com um sistema híbrido, ele deve melhorar principalmente as respostas em baixas rotações e a linearidade da entrega de força pelas rotações. O câmbio deve ser ligado ao motor elétrico, o que deve deixar o conjunto ainda mais eficiente no modo Performance.


Fonte: Autocar

Nenhum comentário:

Postar um comentário