segunda-feira, novembro 28, 2016

Peugeot tira da gaveta a segunda geração do 308 para o Brasil e hatch volta a bateria de testes


Parece que agora vai. Pelo menos indica que. Em Agosto, o site Notícias Automotivas confirmou que registros de patente da segunda geração do 308 já estava no sistema interno de faturamento da Peugeot. Agora, o hatch médio voltou a circular pelo país escondendo apenas os logotipos da marca e do seu nome, mostrando que a vinda do novo 308 está próxima. Com uma pequena mostra de evolução na indústria nos últimos meses (mesmo que isso não tenha refletido ainda em vendas), mostra um cenário mais favorável para a Peugeot. A Peugeot esperou muito por uma baixa no Dólar para poder começar a vender o novo 308 no Brasil, que era para ter sido lançado em 2015 se a crise no setor não tivesse atrapalhado os planos. Com o Dólar mais estável, as chances do hatch médio chegar para competir com as versões topo de linha de Volkswagen Golf e Ford Focus cresceram. Ele deve ser oferecido em duas versões Griffe, sendo uma que começa na casa dos R$90.000 e outra na casa dos R$120.000, além da esportiva GT, que chegará para roubar clientes do Volkswagen Golf GTI. Essa versão usa o motor 1.6 THP que desenvolve 205cv de potência com torque de 28,5kgfm, acoplado a um câmbio manual de 6 marchas. Fora a versão GT do Peugeot, o hatch médio usará o motor 1.6 THP já Flex, que desenvolve 173/165cv de potência com torque de 24,5/24,5kgfm, sempre acoplado ao câmbio automático de 6 velocidades. A segunda geração do hatch deve viver por algum tempo com o modelo argentino, que não deve demorar mais de dois anos no mercado para sair de linha, pois apesar de ter ganhado face-lift em 2015, ele ainda mantém seu projeto atrasado. Com o novo 308, o hatch terá uma ótima oportunidade de concorrer com Ford Focus, Volkswagen Golf e a segunda geração do Chevrolet Cruze Sport6.


Nenhum comentário:

Postar um comentário