sexta-feira, novembro 11, 2016

FCA deve manter Dodge Charger, Challenger e Chrysler 300C até 2021 e Chrysler corre risco de vida


A FCA confirmou que deve manter em linha as atuais gerações de Chrysler 300C, Dodge Charger e Dodge Challenger por mais cinco anos. As novas gerações de cada um devem ser lançadas em 2021 Para sobreviverem por mais cinco anos, terá um novo face-lift em 2018. Segundo um fonte interna, mais precisamente um fornecedor, a FCA deve migrar a dupla Charger e Challenger para a plataforma Giorgio, a mesma usada pelo Alfa Romeo Giulia. Já o Chrysler 300C deve dar adeus definitivo, uma vez que a FCA está eliminando automóveis com propostas parecidas dentro do próprio grupo. Um acordo com o sindicato canadense Unifor seria um indicativo dessa mudança, já que a planta de Brampton, Ontário, recebeu US$ 242 milhões para investimentos numa nova linha de pintura. O acordo é de quatro anos. Sem os modelos 200 – que sai de cena este ano – e 300, a marca Chrysler terá somente a minivan Pacifica em seu lineup, o que poderia indicar o fim da marca com uma possível transferência desta para a Dodge. A não ser que a FCA lance algum utilitário esportivo para a Chrysler, mesmo que lute com os modelos da Jeep como estava previsto.


Fonte: AutoNews

Um comentário:

  1. Chrysler 300C e o Dodge Charger são sedans grandes com propostas distintas: o 300C é um modelo de luxo e o Charger é um modelo esportivo moderno...Challenger é ainda mais distinto dos outros por ser um muscle car...

    ResponderExcluir