terça-feira, novembro 22, 2016

Faraday Future atrasa megafábrica por motivos suspeitos, que recaem para a falta de recursos


A start-up norte-americana Faraday Future deve adiar o projeto de sua fábrica de elétricos, pelo menos por enquanto. Após o anúncio de investimento de US$ 1 bilhão para a construção de uma novo complexo industrial em Las Vegas, nos Estados Unidos, a construtora contratada para o projeto afirmou que os planos foram adiados. Segundo o Review Journal, a empreiteira AECOM afirma que a construção já está com as fundações concluídas, mas a própria Faraday decidiu paralisar as obras, por enquanto. O projeto deve ser retomada no começo do ano que vem. A reportagem do jornal diz que não conseguiu nenhuma justificativa pela paralisação por parte da própria Faraday. O cancelamento prévio do erguimento da fábrica concilia com os rumores de crise financeira da Faraday.  Jia Yueting, o investidor bilionário que criou a empresa, admitiu à Bloomberg que a rápida valorização da marca trouxe dificuldades. "Nossa estratégia global era muito extensa, mas, ao mesmo tempo, nosso capital e recursos eram, de fato, limitados", disse em comunicado. No início do ano a marca apresentou o hiperesportivo FFZERO01 Concept, elétrico com 1.000cv de potência mostrado no CES 2016.


Nenhum comentário:

Postar um comentário