Fiat deve apostar no desenvolvimento de híbridos e elétricos nos Estados Unidos


A FCA destacou a importância que a Fiat deve exercer nos próximos anos. A marca italiana apresentou poucas novidades nos últimos meses e nos EUA, a marca deve começar o seu processo de eletrificação. A fim de não ficar no ostracismo, a Fiat confirmou que a mudança começa pelos EUA e depois deve ser empregado na Europa. A informação veio de Steve Beahm, líder da divisão de automóveis da FCA na América do Norte, em entrevista ao Motor Trend. Enquanto a Fiat foca na família 500 na Europa e nos SUVs na América Latina, na América do Norte a atenção da marca deve ficar com híbridos e elétricos. Atualmente apenas com o 500e (que mais gerou despesa que lucro), a Fiat deve retrabalhar em carros europeus com motores eletrificados para o país yankee. Nos próximos anos, a Fiat deve lançar a nova geração do 500e e também a 500 Giardiniera, que deve chegar aos EUA apenas com motor híbrido ou elétrico. O 500X, best-seller da marca no país, também deve ganhar um motor híbrido, seguindo um caminho diferente do primo Jeep Renegade. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen confirma detalhes do seu novo compacto para substituir atuais Gol e up!

Nova geração do Volkswagen Jetta tem lançamento confirmado para setembro

Junto do Fiat Punto, Alfa Romeo MiTo também deixa de ser produzido na Itália

Tesla confirma inédito hatch elétrico para ser apresentado em meados de 2022

Segunda geração do Hyundai HB20 é flagrada definitivo em testes na Coreia do Sul

Agora como SUV, Ford Maverick deve ser produzido sobre plataforma do Focus

Chevrolet Cruze ganha versão LS na Argentina, com câmbio manual de 6 marchas

Toyota já começa a produzir a reestilizada Hilux na unidade de Zárate, Argentina

Porsche anuncia chegada da terceira geração do Cayenne por R$423.000

MINI estende promoção de Cooper 3 portas por R$99.990 e revela mais descontos