Depois da América do Norte, Ford pode "fazer a limpa" no lineup da Europa também


A Ford está revendo seus negócios em todo o globo. Depois de radicalizar na América do Norte e já confirmar mudanças para a operação da América Latina, a Ford Europa também deve passar por uma reforma. Na Europa, a Ford vende EcoSport, Kuga e Edge. EcoSport e Kuga bateram recordes de vendas na Europa em 2017 e tudo indica que a Ford caminhe para apostar em SUVs e picapes também na Europa. Mas lá, exige um pouco mais de trabalho de engenharia devido às duras regras de emissões. O Mondeo, versão europeia do Fusion, as minivans C-MAX, S-MAX e Galaxy caíram nas vendas. “Um de nossos problemas é que estamos atrasados na mudança para utilitários e agora nosso portfólio é pequeno para este lucrativo segmento em crescimento", disse Jim Farley, CEO da Ford, durante uma apresentação recentemente, em entrevista ao Automotive News. Só as vendas da C-MAX caíram 18% na primeira metade de 2018 ou seja, a marca deve passar por um processo de reestruturação futuramente. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen confirma detalhes do seu novo compacto para substituir atuais Gol e up!

Nova geração do Volkswagen Jetta tem lançamento confirmado para setembro

Junto do Fiat Punto, Alfa Romeo MiTo também deixa de ser produzido na Itália

Tesla confirma inédito hatch elétrico para ser apresentado em meados de 2022

Segunda geração do Hyundai HB20 é flagrada definitivo em testes na Coreia do Sul

Agora como SUV, Ford Maverick deve ser produzido sobre plataforma do Focus

Chevrolet Cruze ganha versão LS na Argentina, com câmbio manual de 6 marchas

Toyota já começa a produzir a reestilizada Hilux na unidade de Zárate, Argentina

Porsche anuncia chegada da terceira geração do Cayenne por R$423.000

MINI estende promoção de Cooper 3 portas por R$99.990 e revela mais descontos