Volkswagen confirma investimento de US$48 bilhões em baterias para elétricos


A Volkswagen confirmou que sua eletrificação deve render alguns frutos interessantes, mas também é verdade que a marca deve gastar uma boa quantia em bateria de elétricos. Recentemente, em entrevista para o Fortune, a marca confirmou que o Grupo Volkswagen deve investir US$48 bilhões para o desenvolvimento de baterias. Os componentes serão usados pela nova geração de elétricos ID da Volkswagen, por exemplo, a Mission E, da Porsche e a e-tron da Audi. Além disso, as baterias devem ser usadas por quase todas as marcas do grupo que produzem carros. O investimento foi considerado tão alto que, segundo a revista Fortune, supera com facilidade o atual valor de mercado da Tesla. "Até 2020, ofereceremos aos nossos clientes mais de 25 novos modelos elétricos e mais de 20 híbridos plug-in", disse recentemente o presidente-executivo da Volkswagen, Herbert Diess. "Em apenas alguns anos, em todas as marcas e regiões, pretendemos colocar no mercado a maior frota mundial de veículos elétricos", completou. Em 2025, a Volkswagen quer vender 3 milhões de unidades por ano, quase tudo que o Brasil vende num ano todo. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração do Mercedes-Benz Classe G estreia no Brasil com preço de R$1.049.900

Mercedes-Benz revela o AMG GT4 43 AMG, versão de entrada do sedã, com 367cv

Land Rover confirma picape de cabine dupla com base no novo Defender para 2020

Ford Ka Sedan indiano deve ganhar motor elétrico que desenvolve 41cv em 2019

Mitsubishi apresenta teaser do face-lift da L200 Triton, que estreia ainda em 2018

Ferrari confirma SUV com nome de Purosangue, que deve ser lançado até 2022

Nissan apresenta a Frontier Dark Sky Concept, para o Salão de Paris, em parceria com a ESA

Kia apresenta a nova geração do Cerato Hatch na Coreia, que se torna Cerato GT

CAuto #84: Audi inova em quase todos os sentidos, mas esquece de um nome para o e-tron

Volkswagen revela plataforma modular elétrica MEB na Europa, que estreia em 2019