Versão aventureira do Fiat Argo é conhecida como projeto X6HX e chega no Salão de SP


A Fiat já desenvolve uma versão aventureira do Argo, que deve ser batizada de Way (ou Adventure?). Essa versão deve ocupar o espaço do Uno Way e colocar a Fiat de volta num segmento onde nunca esteve com Palio e Punto. Conhecido internamente como projeto X6HX, a Fiat já começa a solicitar peça para os fornecedores, segundo o site Autos Segredos. A apresentação deve ocorrer no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro. O Argo deve ser mais alto e pode ser vendido com opções de motor 1.3 8v FireFly e 1.8 16v EtorQ, com opção de câmbio manual e automático. A nossa projeção, feita pelo nosso parceiro e grande colaborador, Kleber Pinho, traz algumas modificações no design externo, como novo para-choque dianteiro e traseiro (que deve ser únicos para a versão aventureira), molduras nas caixas de rodas e novas rodas nas laterais. Internamente, somente novos revestimentos dos bancos e apliques nos forros de portas e painel. Na mecânica, o Argo Way/Adventure ainda deve ser vendido com uma suspensão mais robusta e os amortecedores devem ser exclusivos da versão, além de usar pneus de uso misto. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilizada, Chevrolet Spin é flagrada sem camuflagem, em cegonha, a caminho da Argentina

Depois de dois anos ausente, SsangYong Korando volta reestilizado por R$129.900

Ford confirma lançamento do Ka em julho com preço inicial de R$45.490, R$710 mais caro

Nova geração do Fiat Ducato já é vendido com descontos que chegam a R$21.307

Volvo inicia pré-venda da nova geração da V60, em versão única, por R$199.950

Jeep confirma SUV de 7 lugares e um SUV abaixo do Renegade para a América Latina

Fora do Brasil desde 2014, Volkswagen apresenta nova geração do Bora na China

Honda revela nova geração do Brio em agosto, durante o Salão do Automóvel da Indonésia

Jeep Renegade ganha teaser e estreia motores 1.0 e 1.3 Turbo na Europa

Fiat "acorda pra vida" e deve ter três SUVs no mercado brasileiro até 2022, segundo plano