Audi convoca recall de 36 unidades de A4, A4 Avant e A5 Sportback com defeito num friso decorativo


A Audi está convocando um recall que envolve 36 unidades de A4, A4 Avant e A5 Sportback no Brasil com defeito no friso decorativo de alumínio nos auto-falantes das portas dianteiras e traseira. Segundo a Audi, o recall envolve os modelos produzidos entre 27 de novembro de 2015 a 6 de maio de 2017. Segundo a marca, “foi detectado que as extremidades dos frisos decorativos de alumínio do acabamento dos alto-falantes das portas dianteiras e traseiras podem se soltar e ficar expostas. Deste modo, há risco de danos físicos e materiais caso o ocupante tenha contato com as extremidades afiadas dos frisos.”. Para mais informações, a Audi disponibiliza a sua Central de Atendimentos ao Cliente Audi, telefone 0800 (0800 777 2834) ou pelo site (www.audi.com.br). Confira abaixo o final dos chassis envolvidos no chamado. 


Final dos Chassis

  • A4 Sedan 2.0 – ano/modelo 2016 e 2017 – chassis WAU_F4_GA022510 a WAU_F4_HA163681
  • A4 Avant 2.0 – ano/modelo 2017 – chassis WAU_F4_HA002977 a WAU_F4_HA054029
  • A5 Sportback 2.0 – ano/modelo 2018 – chassis WAU_F5_JA006884 a WAU_F5_JA010279

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração do Mercedes-Benz Classe G estreia no Brasil com preço de R$1.049.900

Mercedes-Benz revela o AMG GT4 43 AMG, versão de entrada do sedã, com 367cv

Land Rover confirma picape de cabine dupla com base no novo Defender para 2020

Ford Ka Sedan indiano deve ganhar motor elétrico que desenvolve 41cv em 2019

Mitsubishi apresenta teaser do face-lift da L200 Triton, que estreia ainda em 2018

Ferrari confirma SUV com nome de Purosangue, que deve ser lançado até 2022

Nissan apresenta a Frontier Dark Sky Concept, para o Salão de Paris, em parceria com a ESA

Kia apresenta a nova geração do Cerato Hatch na Coreia, que se torna Cerato GT

CAuto #84: Audi inova em quase todos os sentidos, mas esquece de um nome para o e-tron

Volkswagen revela plataforma modular elétrica MEB na Europa, que estreia em 2019