Chevrolet lança a linha 2019 da Montana no Brasil, que fica menos equipada e mais cara


A Chevrolet está apresentando a linha 2019 da Montana. A novidade decepciona por perder itens de série e aumentar de preço. A versão de trabalho, a LS, perdeu a capota marítima de série e ainda ficou R$800 mais cara, enquanto a versão Sport ficou mais cara, chegando a R$60.490, um aumento de R$1.000. A única perda da lista de itens de série foi a capota marítima. De série, a Montana é vendida com direção hidráulica, rodas de 15 polegadas, banco do motorista com ajuste de altura, protetor de caçamba, preparação para sistema de som e degrau lateral. O modelo topo de linha é a Montana Sport, com ar-condicionado, rádio com conexão Bluetooth e entrada USB, rodas de liga leve de 16 polegadas, alarme, faróis de neblina, rack de teto, capota marítima, controle de cruzeiro, faróis com máscara negra e adesivos na coluna. Além disso, ela segue com motor 1.4 8v EconoFlex que desenvolve 99/94cv de potência com torque de 13/12,9kgfm, acoplado ao câmbio manual de 5 marchas. 


Preços

  • Chevrolet Montana LS - R$49.890
  • Chevrolet Montana Sport - R$60.490



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilizada, Chevrolet Spin é flagrada sem camuflagem, em cegonha, a caminho da Argentina

Depois de dois anos ausente, SsangYong Korando volta reestilizado por R$129.900

Ford confirma lançamento do Ka em julho com preço inicial de R$45.490, R$710 mais caro

Nova geração do Fiat Ducato já é vendido com descontos que chegam a R$21.307

Volvo inicia pré-venda da nova geração da V60, em versão única, por R$199.950

Jeep confirma SUV de 7 lugares e um SUV abaixo do Renegade para a América Latina

Fora do Brasil desde 2014, Volkswagen apresenta nova geração do Bora na China

Honda revela nova geração do Brio em agosto, durante o Salão do Automóvel da Indonésia

Jeep Renegade ganha teaser e estreia motores 1.0 e 1.3 Turbo na Europa

Fiat "acorda pra vida" e deve ter três SUVs no mercado brasileiro até 2022, segundo plano