Volkswagen revelou o Tarek na China em coletiva de imprensa, sobre os novos SUVs da marca


A Volkswagen apresentou junto ao Tayron, na China, mais um SUV. Depois de revelar um teaser do Tarek, oriundo do projeto Tharu, a Volkswagen revelou o modelo de produção na China, mas sem nome. Porém fica claro que ele é o mesmo SUV do sketch revelado pela marca pelas suas linhas. Apresentado como “Powerful Family SUV”, ele deve ser concorrente direto do Jeep Compass e chega ao Brasil em 2020. Sua produção deve ser localizada na fábrica de Pacheco, de onde são produzidos os modelos SpaceFox e Amarok. Na China ele deve ser chamado de Tharu, mas nas Américas ele será conhecido como Tarek. Irmão menor do Tiguan, esse novo modelo deve ficar entre o próprio Tiguan e o T-Cross. A frente baseada no Atlas/Teramont está ali e os executivos da marca até o chamaram de “mini-Teramont”. A mídia chinesa já indica que ele usa plataforma MQB e que atuará abaixo do Tiguan no país. Em recente entrevista, Hernán Vázquez, CEO do Grupo VW na Argentina em conversa para o Argentina Autoblog. O executivo revelou que o modelo latino deve trazer diferenças em relação ao modelo chinês, tanto em design como em equipamentos. “Conseguimos um investimento de US$ 650 milhões para fabricar um SUV em Pacheco a partir de 2020. Terá a plataforma MQB-A, que será produzida pela primeira vez em nossa planta”, explica Vázquez. “O Projeto Tarek será fabricado na China, Rússia, México e Argentina, que será o último país a recebê-lo. Mas não será idêntico em todos esses mercados. Em cada região, terá as adaptações e equipamentos que os mercados exigem. Por isso, é possível que comecem a ver flagras do modelo na China, porém não será exatamente igual ao que será feito na Argentina. Será parecido, mas não igual.”. O sketch revela que o SUV deve se basear no irmão Teramont/Atlas, principalmente na dianteira, onde devem ser bem próximos. A lateral lembra um pouco do primo tcheco Skoda Karoq, enquanto a Volkswagen não revelou imagens da traseira. Em recente flagrante, o interior teve mais detalhes relevantes, como painel que lembra bastante ao que é usado pela dupla Polo/Virtus, com central multimídia voltada ao motorista e quadro de instrumentos digital. Tudo indica que ele deve ser vendido apenas com motor 1.4 TSI que desenvolve 150cv e 25,5kgfm, acoplado sempre ao câmbio automático de 6 velocidades.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen deve trazer Jetta GLi ao Brasil, com motor 2.0 TSI melhorado para 220cv

Volkswagen Golf reestilizado pode atrasar, de novo, e ficar para meados do segundo semestre

Volkswagen estuda expandir fábrica de São Bernardo do Campo (SP), que produz Polo e Virtus

Ford confirma retorno da Ranger XL, destinada especialmente para frotistas e produtores rurais

Ford Ranger Raptor custa 25% a mais que versão Wildtrak, antiga opção topo de linha

SWM apresenta o seu primeiro SUV, o GoOne, e é apresentado no estádio do Inter de Milão

Hyundai desenvolve a linha N-Line, que estreia primeiro no i30, como opção abaixo da N-Spec

Atual Suzuki Jimny sai de linha no exterior mas se mantém no Brasil por mais um tempo

Jeep descarta desenvolvimento de crossovers e reafirma suas capacidades para offroad

Jaguar diz que um futuro J-Pace é possível e dá a entender que SUV já está em desenvolvimento