Peugeot promete cumprir normas de poluição na Europa até 2021, Euro VI, sem elétricos


A Peugeot confirmou que deve cumprir as metas de emissões na Europa sem lançar nenhum carro híbrido ou elétrico até o previsto. Em entrevista para a revista britânica Autocar, Jean-Philippe Imparato, CEO da Peugeot, confirmou que deve cumprir as metas de emissões de 2021, extremamente rigorosas, quando entra em rigor o Euro VI. Ao invés de lançar um carro elétrico, a Peugeot deve cumprir sua meta. A meta da Peugeot é eletrificar todo seu portfólio, mas não antes de 2021. A meta da francesa é desenvolver modelos a gasolina, diesel, elétricos e híbridos. Até 2020 a meta da Peugeot é ter 50% de sua gama eletrificada. “Eu quero fazer um plano de negócios rentável e sustentável, com o mix correto de powertrains, a fim de lidar com os regulamentos sem perder dinheiro. Estaremos prontos com nosso ecossistema global para atingir as metas não apenas em 2021, mas também em 2025 e 2030″, explicou Imparato. A eletrificação começa efetivamente em 2019, quando 8% da gama terá energia elétrica como auxílio ou fonte principal de propulsão. 


Fonte: Autocar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen deve trazer Jetta GLi ao Brasil, com motor 2.0 TSI melhorado para 220cv

Volkswagen Golf reestilizado pode atrasar, de novo, e ficar para meados do segundo semestre

Volkswagen estuda expandir fábrica de São Bernardo do Campo (SP), que produz Polo e Virtus

Ford confirma retorno da Ranger XL, destinada especialmente para frotistas e produtores rurais

Ford Ranger Raptor custa 25% a mais que versão Wildtrak, antiga opção topo de linha

SWM apresenta o seu primeiro SUV, o GoOne, e é apresentado no estádio do Inter de Milão

Hyundai desenvolve a linha N-Line, que estreia primeiro no i30, como opção abaixo da N-Spec

Atual Suzuki Jimny sai de linha no exterior mas se mantém no Brasil por mais um tempo

Jeep descarta desenvolvimento de crossovers e reafirma suas capacidades para offroad

Nova geração do Renault Clio é flagrada em testes na Europa e será um "mini-Megane"