Nova geração do BMW Série 5 comemora um ano de mercado com briga pela liderança do segmento


A BMW lançou há um ano a nova geração do Série 5. Depois de perder em vendas nos últimos anos para rivais como Mercedes-Benz Classe E e Jaguar XF, o Série 5 cresceu em 2017 e conseguiu a liderança do segmento no ano passado, mas em 2018 trava uma disputada liderança com o Mercedes. A nova geração do Série 5 se baseia na nova geração do Série 7, apresentada ano passado. Assim como o maior maior, o Série 5 ficou mais leve, conectada, segura, confortável e eficiente. Além disso, adota um design menos conservador e mais esportivo, trazendo ainda novas tecnologias do mundo atual. A nova geração ganha controle de faixa até os 210 km/h, onde ele pode assumir a direção para fazer uma mudança de forma segura, além de leitores das sinalizações no solo e em volta do veículo, que evitam uma mudança não desejada e colisões laterais. O piloto automático adaptativo pode trabalhar em conjunto com estes sistemas, além de fazer as acelerações e frenagens para o motorista até os 210km/h. Há ainda uma evolução do sistema de star-stop, que faz a leitura das condições do trânsito e uso do carro para decidir de desliga ou não o motor nas paradas. E, como dissemos que o Série 5 se aproxima muito com o Série 7, para estacionar a BMW possui sistema que procura uma vaga online, faz a reserva e se estaciona, mesma função do irmão maior. No interior, destaque para o maior espaço para pernas e ombros dos passageiros do banco traseiro. Como esperado, o Série 5 adotou a central multimídia do irmão maior, com controle por toque na tela de 10,25″, comandos de voz ou por gestos. Além do básico, como navegador GPS e bluetooth, há o espelhamento via Apple Car Play, pela primeira vez sem fio, e conexão com o Microsoft Office 365, permitindo edição de textos e emails de dentro do carro. Para manter o ambiente fresco, o ar-condicionado é de 4 zonas, com leve perfume. O motor do sedã é o conhecido 2.0 Turbo na versão 530i, que desenvolve 255cv de potência e torque de 35,6kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 6,2 segundos com tração traseira. Na versão 540i, o sedã conta com motor 3.0 de 6 cilindros em linha, que desenvolver 345cv de potência com torque de 45,9kgfm e acelera de 0 a 100km/h em 4,9 segundos com tração traseira. Em ambos os casos o câmbio é automático de 8 velocidades.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen deve trazer Jetta GLi ao Brasil, com motor 2.0 TSI melhorado para 220cv

Volkswagen Golf reestilizado pode atrasar, de novo, e ficar para meados do segundo semestre

Volkswagen estuda expandir fábrica de São Bernardo do Campo (SP), que produz Polo e Virtus

Ford confirma retorno da Ranger XL, destinada especialmente para frotistas e produtores rurais

Ford Ranger Raptor custa 25% a mais que versão Wildtrak, antiga opção topo de linha

SWM apresenta o seu primeiro SUV, o GoOne, e é apresentado no estádio do Inter de Milão

Hyundai desenvolve a linha N-Line, que estreia primeiro no i30, como opção abaixo da N-Spec

Atual Suzuki Jimny sai de linha no exterior mas se mantém no Brasil por mais um tempo

Jeep descarta desenvolvimento de crossovers e reafirma suas capacidades para offroad

Nova geração do Renault Clio é flagrada em testes na Europa e será um "mini-Megane"