No México, VW Jetta não possui câmbio automático de 8 velocidades. Brasil deve seguir mesmo caminho


A Volkswagen lançou a nova geração do Jetta no México com um downgrade em relação ao modelo norte-americano, apresentado em janeiro deste ano, no Salão de Detroit. No lugar do câmbio automático de 8 velocidades do modelo americano, o mexicano passou a ser vendido com o mesmo câmbio automático de 6 velocidades, com o conhecido Tiptronic que equipa o modelo atual. Tudo indica que essa deve ser a mesma receita aplicada ao modelo brasileiro. Agora ele chega a plataforma MQB, com design mais sofisticado e refletindo a atual filosofia de design da marca. Produzida na fábrica de Puebla, no México, ele surge com uma nova geração mais longa e aerodinâmica, ganhando vigias laterais nas colunas C, que nunca foi comum nas seis gerações do Jetta. Na dianteira, destaque para os faróis hexagonais de LEDs que contam com uma grade dianteira maior e de formato básico, que mantém os característicos frisos horizontais que marcam a assinatura de design da marca alemã. Ele possui para-choque dianteiro com design mais fluído e novos faróis de neblina retangulares, enquanto as rodas nas laterais possuem design mais esportivo. Nas laterais, um vinco bem pronunciado na altura das portas marca o novo sedã, que ainda possui largas colunas C, que apesar das vigias, e lanternas retangulares com corte abrupto na altura da tampa do porta-malas. O para-choque traseiro conta com acabamento que imita saídas de escape. Aqui ele deve ser vendido com motor 1.4 TSI Flex de 150cv e 25,5kgfm, acoplado ao câmbio automático de 6 velocidades. Preços devem ficar em torno dos R$95.000. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen deve trazer Jetta GLi ao Brasil, com motor 2.0 TSI melhorado para 220cv

Volkswagen Golf reestilizado pode atrasar, de novo, e ficar para meados do segundo semestre

Volkswagen estuda expandir fábrica de São Bernardo do Campo (SP), que produz Polo e Virtus

Ford confirma retorno da Ranger XL, destinada especialmente para frotistas e produtores rurais

Ford Ranger Raptor custa 25% a mais que versão Wildtrak, antiga opção topo de linha

SWM apresenta o seu primeiro SUV, o GoOne, e é apresentado no estádio do Inter de Milão

Hyundai desenvolve a linha N-Line, que estreia primeiro no i30, como opção abaixo da N-Spec

Atual Suzuki Jimny sai de linha no exterior mas se mantém no Brasil por mais um tempo

Jeep descarta desenvolvimento de crossovers e reafirma suas capacidades para offroad

Jaguar diz que um futuro J-Pace é possível e dá a entender que SUV já está em desenvolvimento