sexta-feira, agosto 04, 2017

Terceira geração do Tracker deve ser produzido em São Caetano do Sul (SP), com plataforma GEM


O investimento da General Motors no Brasil de quase US$1,5 bilhão no nosso mercado não deve ser apenas para a fábrica de Gravataí (RS). A terceira geração do Tracker deve deixar de vir do México para ser produzido em São Caetano do Sul (SP). O modelo deve ser construído sobre a plataforma GEM (Global Emerging Market), que deve dar origem a uma nova picape compacta, a terceira geração da Montana. Ambos devem ser lançados em 2020, um ano após o lançamento da nova geração de Onix e Prisma, que chegam com a nova plataforma em 2019. Além disso, a nova plataforma deve dar origem às novas gerações de Cobalt e Spin. Para as fábricas paulistas, o investimento ficará em torno de US$600 milhões para adequação para receber a nova plataforma. A GEM dará origem a vários veículos que serão vendidos pela marca Chevrolet na China, Índia, México, além do Brasil e outros mercados emergentes. O investimento ainda deve ficar marcado pelo investimento em motores mais modernos, como o tão esperado 1.0 12v da GM e um substituto para o 1.4 8v e 1.8 8v, atualmente na lista dos motores mais antigos entre os concorrentes no nosso mercado.


Fonte: Autos Segredos

Nenhum comentário:

Postar um comentário