quarta-feira, agosto 02, 2017

Novo Jeep Cherokee deve perder faróis duplos no seu face-lift e estreia no Salão de Los Angeles


Parece que o Jeep Cherokee deve passar por um face-lift de meia-vida no Salão de Los Angeles deste ano, em novembro. O utilitário esportivo deve por um fim ao seu ponto mais crítico dessa geração: o design da dianteira, com três elementos de luzes. Flagrado recentemente em testes nos EUA, o modelo lançado em 2013 deve perder o farol duplo na reestilização. A ideia da Jeep é fazer com que o Cherokee fique mais próximo do Compass. Apesar desse design em três andares de conjunto óptico, a Jeep revela que os consumidores norte-americanos da Jeep são mais tradicionais. Ainda na dianteira, o Cherokee 2018 deve trazer uma entrada de ar inferior mais ampla. A traseira, ponto mais comum do utilitário esportivo, deve passar por ajustes ao ganhar novo para-choque e lanternas levemente redesenhadas. Na mecânica, não se espera tantas mudanças como no design externo, mas comenta-se que ele use o motor 2.0 Turbo Hurricane de 300cv de potência. Fora isso, o Cherokee deve manter os motores 2.4 16v TigerShark e 3.2 V6 Pentastar a gasolina, acoplados ao câmbio automático de 9 velocidades. Seu lançamento deve ocorrer no segundo semestre, durante o Salão do Automóvel de Los Angeles, quando a Jeep também deve apresentar a nova geração do Wrangler.


Um comentário:

  1. Ainda bem, pois essa frente é mto feia...parece que eles andaram frequentando a escola de design da Citroen.

    ResponderExcluir