quinta-feira, agosto 03, 2017

Mercado, julho de 2017: Hyundai e Toyota ultrapassam Ford e briga pela 11º é decidida por 173 unidades


O mercado brasileiro viu as vendas caírem em relação à junho e crescerem em relação à 2016. Com uma queda de 5,48% em relação a junho, mas um crescimento de 2,33% em relação ao mesmo período de 2016, com 178.847 unidades de automóveis e comerciais leves vendidos em julho (e 1.170.308 unidades desde janeiro, crescimento de 3,9%). Entre os automóveis o aumento foi de 3,5% em relação a junho, mas uma queda de 3,72% entre os comerciais leves. Julho se torna o pior mês desde abril, com vendas diárias de 8.516 unidades contra 9.011 de junho, queda de 6%. Entre as marcas, sem muitas novidades. A Chevrolet de manteve líder, com Fiat e Volkswagen no pódio. A Hyundai subiu para quarto, a Toyota subiu para quinto e a Ford caiu para sexto, perdendo duas posições. A Renault aparece em sétimo, a Honda em oitava, a Jeep em nona e a Nissan fecha as dez mais vendidas. Na briga pela melhor depois do Top Ten, a Peugeot subiu uma posição em julho, mas o destaque foi a Mitsubishi em 13º, que parece que voltou a brigar por essa posição. A Citroën caiu uma posição e ficou em 12º, com 2.172 unidades (gráfico está errado). O trio ficou separado por apenas 173 unidades. Entre as premium, mais uma liderança da Mercedes-Benz. Já a Chery estacionou em 19º e chegou a um dos seus melhores meses do ano: 495 unidades.


Ranking


Nenhum comentário:

Postar um comentário