Jaguar F-Type 2.0 Turbo chega ao Brasil no primeiro semestre de 2018, com 300cv de potência


A Jaguar confirmou que deve lançar no Brasil em 2018 a motorização 2.0 Turbo para o F-Type como versão de entrada no mercado. Com lançamento no primeiro semestre, cerca de um ano após sua apresentação no Salão de Nova York, em abril, ele ficará posicionado abaixo do motor V6. O motor 2.0 16v Turbo desenvolve 300cv de potência e torque de 40,7kgfm, acoplado ao câmbio Quickshift de 8 velocidades. Segundo a Jaguar, esse conjunto acelera de 0 a 100km/h em 5,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 250km/h, limitada eletronicamente. O motor 2.0 é 52kg mais leve que o antigo V6, pesando agora 1.525kg no Coupé e 1.545kg no Roadster. A Jaguar também diz que caprichou na afinação do ronco do escapamento, prometendo que o modelo não vai decepcionar nesse quesito. Apenas para efeito de comparação, o Porsche 718 Cayman acelera de 0 a 100km/h em 4,7 segundos e atinge velocidade máxima de 275km/h. O 2.0 é 16% mais econômico que o V6 e beneficiado pelo imposto menor, deve custar cerca de R$400.000 no mercado. Atualmente o V6 sai por R$459.100 iniciais. A informação é do site Jornal do Carro.


Fonte: Jornal do Carro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em meio a utilitários esportivos, Volkswagen lança Golf Variant reestilizada por R$102.990

Audi confirma lançamento do R8 V6 para o final do ano, junto com face-lift

Toyota apresenta o Yaris Hatch no Brasil com preços que começam em R$59.590

Mirando no VW Virtus e Honda City, Toyota Yaris Sedan chega ao Brasil por R$63.990

Fiat pode estrear motor 1.3 16v Turbo no Brasil em 2020, para versão aventureira do Argo

Nas mãos da PSA, Opel Zafira e Astra GTC devem sair de linha nos próximos meses

Volkswagen e Ford criam aliança global para desenvolver comerciais leves

Lada apresenta o Vesta Cross, seu sedã compacto com traços de utilitário esportivo

Fiat confirma nova geração da Strada para 2021, com opção de carroceria de 4 portas

Reestilizado, Jeep Renegade chega antes do Salão de São Paulo sem motores Turbo