Chevrolet paralisa produção de Onix e Prisma na fábrica de Gravataí (RS) após greve de caminhoneiros


A produção dos best-sellers Onix e Prisma foi interrompida na fábrica de Gravataí (RS) pela Chevrolet após a greve dos caminhoneiros forçar que a marca decidisse parar. A marca alega que não tem condições de transportar a produção e irá manter fabricação paralisada até que a situação seja normalizada. Protestando contra o aumento de impostos e do combustível, efeito da elevação dos impostos como PIS e Cofins pelo governo federal. Além da greve, realizam protestos em ao menos cinco rodoviais federais gaúchas. “Devido ao clima de insegurança causado pelas manifestações e paralisações promovidas pelos caminhoneiros, a General Motors Mercosul se vê obrigada a cancelar sua produção no Complexo Industrial de Gravataí a partir de amanhã, dia 08 de agosto. A produção será reestabelecida assim que existirem condições seguras de transporte de materiais do Porto do Rio Grande até a cidade de Gravataí”, afirma a marca em comunicado oficial. A volta da produção ainda não tem data definida.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilizada, Chevrolet Spin é flagrada sem camuflagem, em cegonha, a caminho da Argentina

Depois de dois anos ausente, SsangYong Korando volta reestilizado por R$129.900

Ford confirma lançamento do Ka em julho com preço inicial de R$45.490, R$710 mais caro

Nova geração do Fiat Ducato já é vendido com descontos que chegam a R$21.307

Volvo inicia pré-venda da nova geração da V60, em versão única, por R$199.950

Jeep confirma SUV de 7 lugares e um SUV abaixo do Renegade para a América Latina

Fora do Brasil desde 2014, Volkswagen apresenta nova geração do Bora na China

Honda revela nova geração do Brio em agosto, durante o Salão do Automóvel da Indonésia

Jeep Renegade ganha teaser e estreia motores 1.0 e 1.3 Turbo na Europa

Fiat "acorda pra vida" e deve ter três SUVs no mercado brasileiro até 2022, segundo plano