terça-feira, julho 18, 2017

Renault Kwid tem fila de espera até final de setembro e deve ser lançado no Brasil em agosto


A Renault deve estar muito feliz com o desempenho comercial do Kwid antes mesmo do seu lançamento. Com mais de 5.000 interessados na lista de espera, o hatch tem fila de espera que se estende por todo o mês de setembro, ou seja, quase dois meses de espera, já que a Renault deve lançar o Kwid nos primeiros dias de agosto. Algumas concessionárias ainda conseguem algumas unidades do hatch para os últimos dias deste mês. A marca ainda passa a oferecer uma entrada mínima de R$6.000 e saldo em 60 meses de R$660, com taxa de 1,31% pelo próprio banco Renault. Vale dizer que este preço é só para a cor branca, já que até o preto da fabricante é considerado metálico. Se você não quiser o Kwid branco, terá de pagar mais R$ 1.400 pelo preto, vermelho, laranja, prata ou branco marfim. A configuração intermediária de R$35.390 em 60 meses com R$6 mil de entrada é vendida com parcelas de R$795 e uma taxa de 1,29%. Nas mesmas condições, a versão topo de R$39.990 tem uma parcela de R$920 e uma taxa de 1,27%. Para a pré-venda, o interessado deve pagar um sinal de R$1.000 que pode ser pago em três vezes no cartão de crédito ou na própria concessionária. A entrega do hatch será feita em dois momentos. As primeiras 400 unidades devem ser entregues em agosto e da 401 a 2.000, serã entregues em setembro, durante trinta dias. O Kwid terá três versões de acabamento: Life, Zen e Intense, nas opções de cores: Orange Ocre, Vermelho Fogo, Branco Marfim, Branco Neige, Prata Étoile e Preto Nacré. A Renault ressalta que o Kwid se destaca pela posição de dirigir e pela altura em relação ao solo, de 18cm. Além disso, os ângulos de entrada de 24º e de saída, de 40º. O hatch possui 3,68 metros de comprimento, 2,42 metros de entre-eixos, 1,58 metro de largura e 1,48 metro de altura, com espaço no porta-malas de 300 litros, construído sobre a plataforma CMF-A, o peso do hatch deve ficar entre 850kg a 950kg. O motor será o 1.0 12v Flex que desenvolve 70/66cv de potência e torque de 9,8/9,4kgfm, bem como se tinha antecipado que o motor do Kwid seria mais fraco que os de Sandero e Logan.


Nenhum comentário:

Postar um comentário