quarta-feira, julho 05, 2017

PSA deve atrasar desenvolvimento de carro com condução autônomo de nível 3, que chega até 2025


A PSA confirmou que deve atrasar o desenvolvimento do seu automóvel com condução autônoma. Com a DS ganhando o novo modelo nos próximos anos, com nível 3 de condução autônoma, o grupo francês confirmou que deve atrasar a chegada da tecnologia. Enquanto a maioria aposta na condução de nível 4 e 5, a PSA decidiu por começar com o nível 3 e abituar o seu consumidor com as demais nivelações com o decorrer do tempo. Em 2018 a PSA trabalha para lançar no DS 7 Crossback a condução autônoma de nível 2, que permite que o condutor tire as mãos do volante em situações como estradas e vias bem sinalizadas. A condução de nível 3 deve ser lançada entre 2020 a 2025. O utilitário esportivo deve contar com alguns sistemas, como o Park Pilot e o Connected Pilot. No caso do sistema Park Pilot, o carro consegue estacionar o veículo em vagas paralelas e transversais, mas com a diferença de comandar até os pedais e o câmbio. Já o Connected Pilot trabalha juntamente com o controle de cruzeiro adaptativo e o assistente de permanência em faixa e consegue manter o veículo dentro da faixa de rodagem na estrada e numa distância segura em relação ao veículo da frente. Atualmente o Grupo PSA oferece apenas sistema de nível 1 de condução semiautônoma, considerados o mesmo que "assistência ao motorista" como: controle de cruzeiro adaptativo, assistente de manutenção de faixa e frenagem ativa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário