Primeiros híbridos da Mercedes-Benz AMG serão lançados em 2018, em substituição a linha 43 AMG


A Mercedes-Benz deve começar a trazer motores híbridos para os modelos AMG a partir de 2018. A divisão responsável pelo desenvolvimento das versões mais picantes dos Mercedes confirmou que deve substituir gradativamente a linha 43 AMG pela 53 AMG já com motores híbridos. O primeiro da gama a receber essa nova versão será a nova geração do CLS, que deve ter um seis cilindros acoplado a um elétrico para desenvolver 500cv de potência. A nova motorização híbrida deve substituir o atual 3.0 V6 que equipam atualmente os modelos Classe C, Classe E, GLC e GLE. Com um motor elétrico, a Mercedes deve trazer mais torque na aceleração e deve trazer um alternador inteligente. A marca já tinha confirmado que iria começar a eletrificar sua gama, inclusive, lançando um modelo totalmente elétrico num futuro próximo com a linha EQ. Como berço de tecnologias, a AMG deve focar na performance, enquanto a redução em consumo e emissões fica em segundo plano.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração do Subaru XV Crosstrek chega com duas versões ao Brasil e parte de R$114.900

RAM 1000 ganha sinal verde para produção e deve ser lançada globalmente até 2022

Chevrolet estuda um novo utilitário esportivo para o Brasil e Suburban era uma das opções

Volkswagen entra para o mundo VUC com Delivery Express por R$118 mil iniciais

Alfa Romeo vê potencial de vender 10 mil unidades no Brasil e analisa retorno ao país

Sem novidades, BMW apresenta a linha 2019 do M140i com preço maior, por R$269.950

TOP 100: Volkswagen Tiguan volta ao ranking com nova geração e Suzuki Vitara cai

CAuto #75: Volkswagen emplaca nome Polo em sua terceira tentativa no Brasil

Toyota apresenta o Yaris Hatch no Brasil com preços que começam em R$59.590

Depois de dois anos ausente, SsangYong Korando volta reestilizado por R$129.900