terça-feira, julho 11, 2017

Na Europa, Renault aposta em sistema 48V para motores diesel de Scenic e Grand Scenic


A Renault deve apostar no sistema híbrido de 48V ou micro-híbrido como alternativa ao diesel puro e simples. A marca francesa deve oferecer o sistema na nova geração da Scenic e da Grand Scenic, sempre equipadas com motor diesel. No monovolume, a emissão de CO2 caiu de 100g/km para 92g/km. O consumo melhorou bastante segundo a marca francesa. Passou de 25,6km/l para 28,6km/l com sistema de 48V, que utiliza um motor de arranque com força suficiente para mover o veículo nos primeiros metros, além de regeneração de energia e bateria de lítio. O custo adicional é de €1.160 para se obter entre 5% e 10% a mais de economia em média. Com isso a Renault já se prepara para 2021, quando novas regras de emissão deve entrar em rigor, onde o máximo de emissão permitido será de 95g/km. Ainda assim, as montadoras da Europa estão de olho nessa tecnologia que, em segmentos como o de entrada, seria mais viável como substituto definitivo do diesel. O recurso deve servir como base para todos os modelos da marca nos próximos anos.




Fonte: Auto News Europe

Nenhum comentário:

Postar um comentário