quinta-feira, julho 27, 2017

Geely volta ao mercado brasileiro em 2018 se IPI majorado para importados terminar, com dois SUVs


O fim do Inovar-Auto é a oportunidade de algumas marcas que deixaram o Brasil retornarem e tentarem a sorte mais uma vez. O primeiro caso é o da Geely. A marca desembarcou no Brasil em 2014 e interrompeu a importação na metade de 2016 com cerca de 1.000 unidades emplacadas no período. Representada pelo Grupo Gandini, a empresa confirmou sua volta ao mercado com dois SUVs. Trata-se dos modelos Emgrand GS e Emgrand X7 Sport, que aqui devem ficar conhecidos como EGS e EX7. Ambos foram apresentados no Salão de Buenos Aires e já são vendidos no país vizinho com preços entre R$78.000 a R$100.000. Mas, o retorno da Geely ao Brasil ainda é incerto em relação à representação. A marca chinesa fala diretamente sobre a operação brasileira, inclusive citando o Uruguai como possível plataforma de exportação de carros que desembarcaram em CKD. A empresa já tem parceria no país vizinho. Aqui, o grupo Gandini diz que ainda é representante e que espera negociar com o fabricante chinês. "Temos que agir com segurança agora. Todos falam que o imposto maior (IPI) será retirado, mas vamos esperar pra ver no papel", afirmou Michael Gao, diretor comercial da Geely na América Latina. Os dois SUVs teriam mais chance de sucesso que os compactos GC2 e EC7. O EC7 também ganhou uma nova geração na China, ficou maior e mais tecnológico. O EGS conta com motor 1.8 16v a gasolina que desenvolve 140cv de potência, acoplado ao câmbio manual ou automático de 6 velocidades. A versão topo de linha é equipada com 6 airbags, controle de estabilidade, sensor de estacionamento, câmera de ré e teto solar. Já o EX7 Sport conta com motor 2.0 16v de 141cv de potência ou o 2.4 16v de 162cv de potência, com opção de tração 4x4.




Nenhum comentário:

Postar um comentário