quarta-feira, julho 12, 2017

Ford Fiesta deve abandonar câmbio automático PowerShift e deve trazer mesmo interior do EcoSport


A Ford deve fazer com que o reestilizado Fiesta siga os mesmos passos do EcoSport em um futuro no final deste ano. Com mudanças de meia-vida previstas no mercado nacional, o hatch deve aposentar o câmbio automático PowerShift de dupla embreagem por um câmbio com conversor de torque de 6 velocidades assim como o EcoSport. O câmbio é o mesmo do Fusion e deve estrear junto ao motor 1.5 12v Dragon Flex. Apesar de não trazer muitas novidades no design externo, o interior deve ser o mesmo do EcoSport, assim como o motor 1.5 e o novo câmbio na mecânica. No lineup, a novidade deve ser a expansão do motor 1.0 12v EcoBoost. Entre as novidades, ele deve trazer novos para-choques, faróis mais estreitos, novas rodas de liga leve e novo layout das lanternas. No interior, tudo é novo: destaque para a nova central multimídia com Sync 3 com tela de 8″ “flutuante”, compatível com Apple CarPlay e Android Auto. As saídas de ar centrais agora ficam sob a tela e acima dos comandos do ar-condicionado. Antes, elas ficavam uma de cada lado dos comandos do Sync. O volante veio do Focus, com comandos do controlador de velocidade do lado esquerdo. O controle dos retrovisores saiu do puxador da maçaneta da porta do motorista e foi para o apoio de braço, pouco acima dos comandos dos vidros elétricos. No geral, as linhas estão mais retilíneas e elegantes, enquanto o acabamento parece bem mais esmerado. Na mecânica o destaque deve ficar pelo motor 1.5 12v TiVCT Flex que deve desenvolve 137cv de potência com torque de 16,2kgfm, acoplado com câmbio manual ou automático de 6 velocidades, além do 1.0 12v EcoBoost a gasolina de 125cv e 17,3kgfm de torque, acoplado só ao câmbio manual de 6 marchas.


Fonte: Motor1BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário