sexta-feira, julho 28, 2017

Com renovação da linha, Volkswagen espera ser líder (novamente) do Brasil em meados de 2020


A Volkswagen confirmou em uma recente entrevista ao site AutoData que o terceiro lugar que atualmente ocupa no mercado brasileiro "não é o lugar para a Volkswagen". A marca revelou que até 2021, toda a sua linha deve ser renovada e os primeiros frutos dessa renovação serão lançados a partir de outubro/novembro deste ano com a chegada do novo Polo, que passa pelo Virtus no primeiro trimestre de 2018, pelo T-Cross no segundo semestre, pelo T-Roc em 2018 e pela picape compacta-média a ser lançada em 2019. Com esses cinco modelos inéditos, a meta da Volkswagen é voltar à liderança do mercado nacional até 2020, segundo o presidente David Powels. "Ser terceiro no Brasil não é lugar para a Volkswagen" disse o mandatário, que comentou ainda que já espera retomar a segunda colocação em 2018 com o Polo e o Virtus. A missão dada a Powels desde a sua chegada ao cargo, em 2015, era fazer com que a Volkswagen voltasse aos seus tempos áureos. "A matriz quer que sejamos rentáveis, a liderança é consequência", explica. Nesta ano a VW deverá crescer no Brasil e na América Latina, chegando a 430 mil carros na região e 300 mil no país, mas ainda assim não será suficiente para fechar o ano no azul. "É impossível lucrar no mercado de hoje. Todo mundo perderá dinheiro neste ano", lamentou o chefão na entrevista. A linha de SUVs é a que deve audar a Volkswagen a voltar para a liderança. Enquanto a Fiat não tem nenhum representante e a Chevrolet fica limitada a Tracker e Equinox vindos do México, a Volkswagen deve aproveitar a brecha para crescer. Powels confirmou que T-Cross e T-Roc serão produzidos na América Latina. O T-Cross inclusive já foi confirmado para ser produzido na fábrica de São José dos Pinhais (PR), enquanto o T-Roc ainda é dúvida. O T-Roc deve competir diretamente com o Jeep Compass Flex, enquanto o Tigual Allspace deve competir com Mitsubishi Outlander, Honda CR-V, Hyundai New Tucson, entre outros.



Nenhum comentário:

Postar um comentário