quinta-feira, junho 15, 2017

Toyota deve trazer C-HR Hybrid em 2018 no Brasil e em 2020 passa a ser nacional com motor 2.0 Flex


A Toyota ainda dá pistas que se interessa em vender o C-HR na América do Sul. Depois de apresentá-lo como conceito no Salão de São Paulo de 2016, a marca apresentou a versão de produção do SUV Compacto no Salão de Buenos Aires. E durante o evento foi confirmado que a Toyota deve lançar o C-HR no Brasil e na Argentina na versão Hybrid em 2018. Carregando o símbolo de modelo arrojado, o SUV Compacto seria vendido com incentivos fiscais nos dois países, o que facilitaria sua importação com preços mais competitivos. A estratégia encontrada pela Toyota para conseguir importar o C-HR "logo" é tentar abater o máximo de impostos possíveis. A alternativa encontrada neste momento é trazer a versão híbrida, que utiliza o mesmo conjunto mecânico do Prius, para se beneficiar de incentivos no Imposto de Importação e no ICMS. Assim seria possível importar o C-HR para o Brasil com preços entre R$120.000 a R$130.000 com chances de se dar bem no mercado. O motor seria o mesmo 1.8 16v a gasolina que desenvolve 98cv de potência e 14,2kgfm de torque junto ao motor elétrico de 72cv de potência e 16,6kgfm. Os dois motores juntos desenvolvem 123cv de potência e são acoplados ao câmbio automático CVT. O consumo é de quase 40km/l e o C-HR roda com silêncio e rodar suave, coisa que agrada quem procura conforto. Em meados de 2019 ou 2020 a Toyota lançaria a nova geração do Corolla, que deve trazer a mesma plataforma TNGA e pode fazer com que o C-HR seja nacionalizado, podendo trazer consigo um face-lift de meia-vida e a produção nacional, podendo chegar com uma opção de motor Flex, o mesmo conjunto usado pelo Corolla.


Nenhum comentário:

Postar um comentário