terça-feira, junho 06, 2017

Toyota convoca 9.890 unidades do Corolla reestilizado com defeito no cinto de segurança traseiro


A Toyota está convocando um recall que envolve 9.890 unidades do Corolla reestilizado no mercado com defeito na ancoragem do cinto de segurança do banco traseiro direito, que pode se romper. As unidades afetadas foram produzidas entre 20 de Dezembro de 2016 a 24 de Fevereiro de 2017, já tratando ser do modelo reestilizado. Segundo a marca, "foi detectada uma desconformidade técnica na peça de ancoragem do cinto de segurança traseiro, lado direito do veículo, que apresenta marca de estampagem irregular, podendo não atender às normas brasileiras de segurança. O defeito foi verificado por meio de teste de impacto dinâmico do veículo. Por conta do defeito há risco de rompimento da peça de ancoragem do referido cinto de segurança, com possíveis danos físicos ao passageiro que estiver usando o cinto e aos demais ocupantes. Possibilidade remota de danos fatais, em caso de colisão muito severa do veículo". O defeito começa a ser reparado nas concessionárias da marca a partir do dia 19 de Junho e todo o sistema de ancoragem do cinto de segurança traseiro direito será substituído, algo que demora em torno de 40 minutos, segundo a Toyota. Para levar a unidade até uma concessionária mais próxima é preciso realizar o agendamento prévio, que já está liberado para ser feito tanto no site da Toyota como diretamente com o concessionário mais próxima. Confira abaixo o final dos chassis.


Nenhum comentário:

Postar um comentário