quinta-feira, junho 08, 2017

Skoda Citigo pode não ganhar uma segunda geração após vendas ficarem abaixo do esperado


Apresentado em fevereiro, um pouco antes do Salão do Automóvel de Genebra, o Skoda Citigo pode ficar em apenas uma geração. Versão tcheca do Volkswagen up!, o popular não vem alcançando boas vendas e a crescente demanda por SUVs a nível mundial pode fazer com que a Skoda deixe de produzir o hatch assim que seu ciclo de vida terminar, em no máximo quatro anos. Durante uma entrevista na Europa, o chefe de vends internacionais da Skoda, Peter Solc, confirmou que as vendas do Citigo se encontram em declínio e que a Skoda já teria tomado a decisão que deve se concentrar em segmentos de maior demanda. Portanto é praticamente certo que o Citigo deve deixar de ser produzido até 2021, ao contrário de Volkswagen up! e Seat Mii. Há quatro meses o hatch recebeu nova grade dianteira com formato mais estreito, faróis com novo layout interno, capô com vincos mais marcantes e para-choque com entrada de ar que abriga as luzes de neblina na mesma peça. Há também novas rodas de liga-leve de 15 polegadas, nome do carro e da montadora reposicionados na tampa do porta-malas e para-choque traseiro com leves alterações. No interior, as novidades ficam por conta de um novo volante multifuncional, painel de instrumentos com novos grafismos e sistema de ar-condicionado e sistema de som atualizados. A central multimídia tem conectividade com Android e iOS por meio de um aplicativo Bluetooth com direito a uma série de funções como dados de condução, telefonia, música e navegação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário