Salvador da pátria, Chery Tiggo2 atrasa na homologação e desembarca em agosto por até R$65.000


A Chery confirmou que atrasou em um mês a apresentação do Tiggo2. O Hatch-SUV teria atrasado na sua homologação. Com lançamento previsto para julho, a Chery corre para apresentá-lo em agosto deste ano. No Brasil ele deve ser vendido nas versões Look e Act, com preços entre R$55.000 a R$65.000, com garantia de cinco anos. Derivado do Celer Hatch, o Tiggo2 será o SUV mais em conta da Chery, para combater no segmento de SUVs SubCompactos. O utilitário esportivo ganhou suspensão elevada, novos para-lamas, além de dianteira e traseira redesenhadas. O resultado final é um visual bem mais encorpado, fazendo jus ao estilo crossover. Com visual diferente, o modelo ainda compartilhará com o compacto vários itens, inclusive portas, teto e colunas. A frente já adota a nova identidade visual da marca, com grade em formato tridimensional, faróis com LEDs diurnos e para-choques robusto. Visto de lado ainda lembra o Celer, mas possui rodas de liga leve aro 17″, molduras plásticas nas caixas de rodas e rack de teto. No Brasil, o Tiggo2 deve usar o mesmo motor do Celer, o 1.5 16v Flex que desenvolve 113/108cv, com opção de câmbio manual de 5 marchas ou automático CVT. Esse último deve ser lançado possivelmente em 2018, já que estudos da Chery apontam que 60% das vendas dos SUVs Compactos de acesso são de versões manuais. Fruto de um investimento de US$430 milhões, a fábrica de Jacareí (SP) deve ser a unidade de produção do Tiggo2 para abastecer a América do Sul. O Tiggo2 Look deve ser equipado com indicador de troca de marcha, direção hidráulica, ABS+ EBD, freios a disco nas quatro rodas, rodas de liga leve de 16" design A, cintos de 3 pontos traseiros, aviso de cinto de segurança, ISOFIX, airbag duplo frontal, monitor de pressão dos pneus, alarme, sensor de estacionamento traseiro, aviso sonoro de velocidade, retrovisores elétricos, setas nos retrovisores, rack de teto, maçanetas na cor da carroceria, vidros elétricos, bancos em couro e tecido, apoio de cabeça traseiro, regulagem de altura do volante, para-sol de motorista e passageiro com espelho, apoio de braço dianteiro, limpador do vidro traseiro, luz de neblina, brake light, sistema de som com USB, travas elétricas, chave canivete com controle remoto, abertura remota do porta-malas, indicador digital de consumo, cinto de segurança dianteiros com regulagem de altura, porta-copo dianteiro e traseiro, porta-luvas iluminado. A versão Act adiciona ar-condicionado de comando eletrônico, ESP (Controle Eletrônico de Estabilidade), TCS (Controle de Tração), HA (Hill Assist), rodas de liga leve de 16" design B, volante revestido em couro, volante multifuncional, sistema multimídia com tela sensível ao toque de 8 polegadas, Bluetooth, capacidade de espelhamento de celular.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilizada, Chevrolet Spin é flagrada sem camuflagem, em cegonha, a caminho da Argentina

Depois de dois anos ausente, SsangYong Korando volta reestilizado por R$129.900

Ford confirma lançamento do Ka em julho com preço inicial de R$45.490, R$710 mais caro

Nova geração do Fiat Ducato já é vendido com descontos que chegam a R$21.307

Volvo inicia pré-venda da nova geração da V60, em versão única, por R$199.950

Fora do Brasil desde 2014, Volkswagen apresenta nova geração do Bora na China

Jeep confirma SUV de 7 lugares e um SUV abaixo do Renegade para a América Latina

Ferrari apresenta a inédita (e exclusiva) SP38, desenvolvida para cliente especial

Honda revela nova geração do Brio em agosto, durante o Salão do Automóvel da Indonésia

Nova geração do Subaru XV Crosstrek chega com duas versões ao Brasil e parte de R$114.900