quinta-feira, junho 01, 2017

Plataforma modular de elétricos da BMW deve se chamar FSAR e estará disponível para MINI e Rolls-Royce


A BMW já desenvolve uma plataforma modular para seus próximos automóveis modulares. O i5 deve ser o quarto automóvel da linha "i" e deve ter autonomia de 500km. Apesar de rumores falarem que o desenvolvimento do modelo foi abortado pela marca em prol de desenvolvimento de condução autônoma, ainda fala-se que o modelo está na planilha da BMW. Outros já falam que o desenvolvimento não foi abordado, mas apenas atrasou. Atualmente LifeDrive conta com dois módulos: o Life para o habitáculo e Drive para o sistema de propulsão, incluindo um piso de alumínio. Essa estrutura utiliza extensivamente o CFRP para elevar o nível de segurança dos passageiros, aliviar o peso e conseguir uma dinâmica de primeira ordem. Atualmente os modelos i3 e i8 usam a plataforma LifeDrive. Essa plataforma ainda foi desenvolvida para automóveis da MINI e da Rolls-Royce. Mas, para por em prática seu plano de ter cerca de 100.000 unidades de elétricos por ano em 2025, a marca desenvolve a plataforma FSAR. Conhecida também como Flat Battery Storage Assembly, a nova plataforma modular elétrica deve ser desenvolvida especialmente para modelos elétricos de diferentes carrocerias e cuja propulsão poderá ser híbrida, híbrida plug-in ou elétrica alimentada por baterias. Dessa forma, o plano estratégico ‘Number One Next’ poderá ser aplicada às três marcas do grupo e adaptar-se a às novas tecnologias de eletrificação de forma rápida e eficiente diante de qualquer mudança na demanda. E não é só isso, reduzirá enormemente os custos em investimento de ferramentais e maquinário em todas as fábricas do Grupo BMW.


Nenhum comentário:

Postar um comentário