quarta-feira, junho 28, 2017

Mercedes-Benz AMG Project One deve custar cerca de 2,4 milhões de euros e desembarca em 2019


Previsto para ser lançado em 2019, o AMG Project One deve se basear nos carros de Fórmula 1 para ser vendido como hiperesportivo. Com produção limitada a 275 unidades, o modelo alemão deve ser vendido com preço de €2,4 milhões (cerca de R$9 milhões, na conversão direta). Recentemente a Mercedes revelou que ele deve usar o 1.6 V6 Biturbo Hybrid, que traz uma eficiência energética de 43%. Logo abaixo dos bancos, o hiperesportivo deve trazer as suas duas baterias de íons de lítio. Elas pesam 100kg e fornecem energia tanto aos motores dianteiros, elétricos e providos de transmissões individuais, quanto aos usados no trem de força híbrido. O primeiro de 163cv, vai acoplado diretamente ao virabrequim do motor V6. O outro, de 109cv, serve para manter os turbocompressores sempre de prontidão. Usando apenas baterias, o AMG Project One terá autonomia de apenas 24km. Além disso um scoop gigante deve ser o responsável pelo refrigeramento do motor e deve ser dividido em duas metades. O câmbio será de 8 velocidades e ficará logo atrás do conjunto híbrido, com embreagem simples, com escapamento com saída única e de alto calibre, impressiona, assim como os pneus traseiros de 335 mm de largura. Os freios serão carbocerâmicos. Com limite de giro de 11.000rpm, o conjunto motriz do Mercedes-AMG Project One produzirá de forma combinada nada menos que 1.034cv de potência. Aceleração de 0 a 100km/h e velocidade máxima são segredos guardados a sete chaves, mas sabe-se que terá um desempenho bem empolgante. Um conceito deve ser apresentado no Salão de Frankfurt como forma de antecipar seu lançamento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário