sexta-feira, junho 16, 2017

Híbrido mais vendido do Brasil, segunda geração do Toyota Prius alcança sucesso que primeira não teve


A primeira geração do Toyota Prius vendida no Brasil, terceira lá fora, não foi nenhum sucesso de vendas no nosso mercado. A promessa de vender a segunda geração veio e o híbrido se tornou um verdadeiro sucesso de vendas. A quarta geração do Prius apostou no design ousado e controverso e conseguiu se dar bem no mercado. Tanto que nos primeiros cinco meses do ano vendeu 679 unidades, média de quase 136 unidades mensais, número muito bom para um modelo com tecnologia híbrida vendido por R$124.990. O novo Prius é um dos primeiros a chegar com a nova plataforma TNGA (Hilux e SW4 chegaram antes). O design, como dito antes, foge do padrão da Toyota e possui traços fortes e lateral com coluna C pintada em preto, dando sequencia dos vidros laterais até o vidro traseiro, dando a sensação de teto flutuante. A lanternas traseira também é um destaque do design dessa geração por parecer ter "derretido" e que forma um conjunto vertical que tem um design bonito a noite graças aos LEDs. A traseira ainda conta com um aerofólio que se integra ao pequeno vidro e as lanternas, com design bumerangue. As dimensões do novo Prius também foram alteradas. Agora, o veículo está 60mm mais comprido com 4,54 metros de comprimento, 15mm mais largo resultando em 1,76 metro e 20mm mais baixo com 1,49 metro. O entre-eixos é de 2,70 metros. Na mecânica, o Prius conta com o renovado 1.8 16v VVT-i de ciclo Atkinson que desenvolve 98cv de potência e torque de 14,2kgfm a 3.600rpm. Aliado a ele está um motor elétrico que desenvolve 72cv de potência e 16,6kgf de torque. Com as motorizações combinadas, o Prius entrega 123cv e acelera de 0 a 100km/h em 11 segundos e é acoplado a um câmbio automático CVT que simula 7 velocidades.


Nenhum comentário:

Postar um comentário