Esperado desde o ano passado, Nissan Altima não retorna ao Brasil e marca deve apostar em SUVs


Em entrevista com o presidente da Nissan Brasil, Marcos Sila, o sedã grande Altima não deve voltar a ser vendido no nosso mercado. A montadora japonesa não pretende voltar a vender um produto de nicho, ainda mais que o segmento de sedãs grandes vem sofrendo a pressão cada vez maior por parte dos utilitários esportivos. No final do ano passado o Altima recebeu um face-lift de meia-vida que era esperado no mercado brasileiro. O sedã grande da marca nipônica traz importantes novidades como novos faróis, grade, capô, para-choque dianteiro e traseiro, novas lanternas de LEDs em formato de bumerangue, novas rodas de liga leve, entre outros. O Altima passa a contar com a grade dianteira em formato de "V", que tem se tornado cada vez mais comum nos últimos Nissans. A dianteira ganha para-choque mais robusto (com luzes de neblina integrada nas versões SR, SV e SL), grade em “V” e os novos faróis “recortados” com projetores (de série) e LEDs (opcionais). Há novas opções de cores para a carroceria e rodas de liga leve aro 17″ ou 18″ com novo desenho. Por dentro, há o sistema NissanConnectSM com tela de 5" ou 7" polegadas, NissanConnect Navigation e Mobile Apps.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em meio a utilitários esportivos, Volkswagen lança Golf Variant reestilizada por R$102.990

Audi confirma lançamento do R8 V6 para o final do ano, junto com face-lift

RAM 1000 ganha sinal verde para produção e deve ser lançada globalmente até 2022

Toyota apresenta o Yaris Hatch no Brasil com preços que começam em R$59.590

CAuto #75: Volkswagen emplaca nome Polo em sua terceira tentativa no Brasil

Nova geração do Subaru XV Crosstrek chega com duas versões ao Brasil e parte de R$114.900

Chevrolet estuda um novo utilitário esportivo para o Brasil e Suburban era uma das opções

Mirando no VW Virtus e Honda City, Toyota Yaris Sedan chega ao Brasil por R$63.990

Opel confirma nova geração do Corsa para 2019 e eCorsa deve ser lançado em 2020

Reestilizado, Jeep Renegade chega antes do Salão de São Paulo sem motores Turbo