Volkswagen deve investir 19 bilhões de euros em motores a combustão e elétricos mais eficientes


A Volkswagen confirmou que deve escapar o mais rápido possível do caso Dieselgate para poder focar em seus automóveis elétricos. A marca alemã deve realizar um dos seus maiores investimentos ao promover os automóveis elétricos e da mesma forma, novos motores movidos por combustíveis fósseis. A meta é gastar €19 bilhões em novos propulsores menos poluentes e em veículos movidos por baterias de lítio. No primeiro caso, a Volkswagen sabe que em 20 anos, os motores de combustão interna estarão estagnados, mas o investimento é fundamental para a transição do derivado de petróleo para a energia elétrica. Para os próximos cinco anos serão investidos €10 bilhões para reduzir entre 10 a 15% a eficiência dos motores, antecedendo assim normas mais restritivas que serão impostas nos próximos naos nos EUA, Europa e China. No caso dos elétricos, a empresa vai investir €9 bilhões no mesmo período, incluindo uma nova geração de híbridos e serviços de mobilidade. O volume é três vezes o aplicado nos últimos cinco anos.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marco do seu renascimento, Chery lança Tiggo2 no Brasil por R$59.990 iniciais

BMW lança oficialmente a nova geração do X3, em duas versões, e parte de R$309.950

Ford Fusion deve ser reestilizado ainda em 2018 no Brasil e gama de motores vira questionamento

Citroën lança reestilizado C4 Lounge por R$93.920 iniciais, que recebe upgrade e downgrade

Depois de tanta espera, Ford lança oficialmente o Mustang GT no Brasil por R$299.990

Peugeot lança o 5008 no mercado brasileiro em duas versões e preços que começam em R$157.490

Nissan confirma desenvolver March emergente, com a mesma plataforma V do Kicks

Porsche revela as primeiras imagens do Cayenne Hybrid, em testes finais na África do Sul

Maserati apresenta o Levante Trofeo no Salão de Nova York, com motor V8 de 598cv

Querendo quebrar a hegemonia do trio premium, Volvo lança XC40 no Brasil por R$169.950