quinta-feira, maio 18, 2017

Porsche 911 chega a marca de 1.000.000 de unidades de produzidas depois de 54 anos de atividade


A Porsche está comemorando a marca de 1.000.000 de unidades produzidas do seu 911, o automóvel mais antigo em produção da Porsche. Após 54 anos de produção, sai da linha de Zuffenhausen, na Alemanha, o icônico exemplar de número 1.000.000 do esportivo. Trata-se de uma unidade da versão Carrera S, pintada em um chamativo tom de verde e carregada de símbolos exclusivos, como a plaqueta que identifica o feito alcançado. Embora não seja o carro mais vendido da marca, o 911 é considerado o mais importante e estratégico produto do portfólio. "É uma enorme contribuição para manter a posição da Porsche como uma das mais rentáveis fabricantes de automóveis no mundo", disse um porta-voz. Orgulhosamente, a Porsche diz que, apesar das mais de 5 décadas de história, o 911 ainda tem 70% de suas unidades rodando, em pleno estado de conservação - ou seja, há mais de 700 mil exemplares rodando mundo afora. "Isso só é possível graças à qualidade lendária do modelo, que pode ser consistentemente encontrado no topo da classificação de qualidade", afirma a empresa. O exemplar de número 1.000.000 não deve ser vendido e antes de passar a integrar o acervo do museu da Porsche, fará uma turnê que percorrerá a Escócia, a própria Alemanha, os Estados Unidos e por fim a China. Pintado na cor Irish Green, rodas de liga-leve estilo Fuchs, badges na cor ouro e interior com revestimento em couro e tecido xadrez e detalhes de madeira. “Há 54 anos, consegui fazer minhas primeiras viagens pela Grossglockner High Alpine Road com o meu pai”, disse o presidente do conselho fiscal da Porsche, Wolfgang Porsche. “A sensação de estar em um 911 é tão agradável agora como era antes. Isso é porque o 911 tem assegurado que os valores fundamentais da nossa marca são tão visionários hoje como no primeiro Porsche 356/1 de 1948”. No ano passado foram vendidas 32.365 unidades do 911.






Nenhum comentário:

Postar um comentário