sexta-feira, maio 26, 2017

Mercedes-Benz deve usar os novos motores 1.2 e 1.4 Turbo feito em parceria com Renault-Nissan no Classe A


A nova geração do Mercedes-Benz Classe A não deve demorar muito para ser lançada na Europa, ou ao menos, de ser revelada. Puxando a fila de novidades das famílias A e B, o hatch deve ter motores da Renault-Nissan em seu portfólio graças a parceria firmada entre o grupo nipo-francês e a Daimler. Segundo a revista Autocar, o Classe A deve ganhar a gama de motores compactos 1.2 e 1.4 de Nissan-Renault. Os motores são movidos a gasolina, de construção moderna e baixa emissão de poluentes. Com isso a Mercedes deve reduzir os custos de desenvolvimento e de quebra deve diminuir o índice de carbono na dura legislação europeia. Atualmente o menor ofertado hoje pela Mercedes para a linha A é o 1.6 16v que desenvolve 122cv puramente aspirado e 156cv com turbo. Apesar do tamanho, estes motores M282 possuem quatro cilindros e estão sendo desenvolvidos em parceria com a Renault-Nissan, lembrando que a japonesa também tem um equivalente de três cilindros. Além do Classe A, os novos CLA, CLA Shooting Brake, GLA e Classe B devem usar esses novos motores, assim como o Classe A Sedan. Recentemente as primeiras imagens do novo Classe A foram postadas no LinkedIn, plataforma de contatos profissionais. O executivo descreve a próxima geração do hatch premium como sendo “especial” e menciona que ele será revelado em algum momento do próximo ano. As imagens vêm de um recente test drive que também teve a participação de outros veículos novos, incluindo os próximos CLS.

Foto: BR-Motor1

Nenhum comentário:

Postar um comentário