Lifan já desenvolve terceira geração do X60 antes mesmo do lançamento da segunda geração


A Lifan já planeja o desenvolvimento da terceira geração do X60 na China. O utilitário esportivo, que sequer foi apresentado na segunda geração (mas que já está pronta e roda em testes na China), deve ganhar uma terceira geração completamente nova. Enquanto a segunda deve usar a mesma plataforma do modelo atual, a terceira geração será responsável por estrear a plataforma modular da marca. Conhecido internamente como projeto AS161, a terceira geração deve estrear em meados de 2020 a 2021 e deve ser maior que o modelo atual. Suas dimensões devem passar a ser de 4,50 metros de comprimento, 1,85 metro de largura e 1,70 metro de altura e um entre-eixos que deve variar entre de 2,65 metros a 2,70 metros. Só resta saber a Lifan deve fazer com que o X60 seja vendido em três gerações caso nenhuma seja substituída. A segunda geração do X60 está prevista para ser lançada np Brasil em Junho de 2018, alguns meses após sua apresentação na China, que ocorre ainda em 2017. Detalhes sobre design e mecânica das novas gerações ainda são segredos guardados à sete chaves pela Lifan.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Marco do seu renascimento, Chery lança Tiggo2 no Brasil por R$59.990 iniciais

BMW lança oficialmente a nova geração do X3, em duas versões, e parte de R$309.950

Ford Fusion deve ser reestilizado ainda em 2018 no Brasil e gama de motores vira questionamento

Citroën lança reestilizado C4 Lounge por R$93.920 iniciais, que recebe upgrade e downgrade

Porsche revela as primeiras imagens do Cayenne Hybrid, em testes finais na África do Sul

Nissan confirma desenvolver March emergente, com a mesma plataforma V do Kicks

Maserati apresenta o Levante Trofeo no Salão de Nova York, com motor V8 de 598cv

Peugeot lança o 5008 no mercado brasileiro em duas versões e preços que começam em R$157.490

Depois de tanta espera, Ford lança oficialmente o Mustang GT no Brasil por R$299.990

FCA inicia reparo da RAM 2500, que envolve 3.527 unidades desde 2014 com defeito no câmbio