terça-feira, maio 09, 2017

Lançada há um ano, face-lift da Chevrolet TrailBlazer trouxe vendas mais animadas, mas nem tanto


Lançada há um ano no Brasil, a Chevrolet TrailBlazer reestilizada comemora o primeiro ano de sua mudança visual e chega a hora do nosso balanço. O SUV da S10 passou por novidades ao trazer nova dianteira, que conta com novos faróis com LEDs diurnos, que estão mais estreitos, grade mais larga, novo para-choque dianteiro, enquanto na lateral as principais novidades são as rodas de liga leve com aro de 22" polegadas cromadas, que chamam bastante atenção. A traseira não apresenta mudanças nas lanternas e no para-choque, como esperado e apresenta o mesmo design do modelo de 2012. A tampa do porta-malas também é a mesma. O novo interior foi inspirado na picape Colorado vendida nos Estados Unidos, com parte central destacada e saídas de ar-condicionado maiores. A central multimídia é nova, e fez sua estreia no Cobalt, a MyLink II conta com Apple CarPlay e Android Auto, mas sem perder o navegador e os leitores de CD e DVD. O sistema OnStar oferece vários serviços ao condutor. Disponível apenas na versão LTZ, a TrailBlazer oferece duas opções de motores: o 3.6 V6 SIDI a gasolina que desenvolve 279cv de potência com torque de 35,7kgfm e o 2.8 Turbo Diesel que desenvolve 200cv de potência e torque de 50,9kgfm. Ambos os motores são acoplados com câmbio automático de 6 velocidades e tração 4x4 com reduzida. Nas vendas, a Chevrolet conseguiu tornar a TrailBlazer mais atrativa, mesmo que a maioria dessas vendas sejam para pessoa jurídica, o utilitário esportivo tem vendido três vezes mais que vendia antes, mas é um resultado muito pequeno quando comparamos com a Toyota SW4, que tem vendido mais de 800 unidades desde o lançamento da nova geração em Fevereiro de 2016.


Nenhum comentário:

Postar um comentário